Nesta última terça-feira o presidente do #Vasco da Gama, Eurico Miranda, convocou uma entrevista coletiva em São Januário, para apresentar à imprensa informações sobre o planejamento do Vasco para o ano de 2017.

Entre os times do Rio de Janeiro, o único que não teve movimentações concretas no #Mercado da bola, foi o Vasco. O clube tem diversos alvos em mente, mas as dificuldades financeiras do clube impede que a direção de #Futebol possa contratar nomes mais badalados.

Eurico Miranda focou a entrevista justamente no momento de crise financeira que vive o clube, e como já é de hábito, culpou a administração anterior, pelo momento atual do clube.

Publicidade
Publicidade

Eurico afirmou que apesar das poucas movimentações no que diz respeito a contratação de jogadores, o Vasco já começou a reformulação no setor de futebol, começando o planejamento de 2017 com a contratação do técnico Cristóvão Borges, do diretor Anderson Barros e com renovações e dispensas de jogadores que encontravam-se no elenco.

Presidente conta com o empresário Carlos Leite para contratar Kelvin, do Porto

Uma das noticias relacionadas ao planejamento de 2017, ano em que o clube retornar a competir na série A do Brasileirão, é a de que o Presidente Eurico Miranda, em conversa com o empresário Carlos Leite, solicitou a ajuda do mesmo para contratar o Atacante Kelvin, que pertence ao Porto e estava emprestado ao São Paulo.

A missão do representante não é a das mais fáceis, já que o jogador é novo e tem grande potencial.

Publicidade

Kelvin surgiu precocemente jogando pelo Paraná Clube, e se transferiu para o Porto, onde teve um início promissor na Europa, mas perdeu espaço no clube e foi emprestado por duas vezes, primeiro ao Palmeiras, em 2015, e por ultimo ao São Paulo onde atuou em 43 jogos e marcou 3 gols. Além de convencer a Diretoria do Porto a emprestar o jogador pela terceira vez, o empresário do jogador precisa convence-lo que defender as cores do gigante da colina é uma ótima ideia para a próxima temporada.

Ainda sobre o planejamento para 2017, foram confirmadas algumas questões, como a permanência de Andrezinho, que foi uma das principais peças do time. Eurico também salientou que o técnico Cristóvão Borges vai aproveitar melhor a base do clube, fazendo a transição entre a categoria de base e os profissionais. Também ratificou as possíveis saídas de alguns veteranos, como Júlio Cesar, Jorge Henrique e Junior Dutra.