Brasil que acabou de ganhar o ouro olímpico em cima da Alemanha no Maracanã, e vai voltar aos gramados para uma competição oficial no mês que vem. O técnico Rogério Micale, anunciou a lista de 23 atletas que irão vestir a camisa da seleção para representar o Brasil no campeonato Sul-americano, que começa dia 18 de janeiro, no Equador.

Mas, o técnico Micale deixou de foras grandes jogadores e com muita experiência. Por exemplo, o atacante Malcom, ex-#Corinthians, que atualmente atua na França, ficou de fora da lista do treinador. Esse é um caso curioso, por que Malcom, já tem experiência de futebol Europeu e vem sendo titular no Bordeaux.

Publicidade
Publicidade

Mas, por outro lado, uma das maiores promessas do Corinthians vai atuar com a camisa da seleção. Trata-se do lateral Guilherme Arana, do Corinthians. O jovem jogador vai representar o Timão na competição no Equador, e isso vai aumentar ainda mais o interesse de clubes de fora do Brasil pelo seu futebol. Guilherme Arana já ganhou aval de José Mourinho, técnico do Manchester United, para uma possível negociação, e ele pode deixar o Corinthians já na próxima janela de transferências.

Outros bons jogadores de grandes clubes brasileiros também foram lembrados por Micale: Felipe Vizeu do Flamengo, David Neres do São Paulo irão defender a amarelinha.

Mas, Guilherme Arana não foi o único jogador do Corinthians que foi convocado. Maycon, que atualmente joga na Ponte Preta, emprestado pelo Corinthians, também foi lembrado por Micale.

Publicidade

A volta de Maycon ao Parque São Jorge já é certa para 2017.

Maycon tem tudo para ser titular do Timão na próxima temporada, e uma competição no Equador pode atrapalhar um pouco o seu entrosamento com os demais atletas. Lembrando que, o Corinthians viaja em janeiro para os Estados Unidos, para a disputa da Flórida Cup, junto com outros clubes brasileiros.

Os adversários do Brasil na primeira fase já estão definidos. O time vai jogar contra o Equador, Chile, Colômbia e Paraguai. Já no outro grupo estão outras seleções fortes, como a Argentina, Uruguai, Peru, Bolívia e Venezuela. #FutebolBrasileiro #Seleção Brasileira