Neste último domingo (25), mais uma tragédia assolou o mundo do futebol, um barco comportando a equipe local da aldeia de Kaweibanda, no leste de Uganda sofreu um acidente no lago Albert que acabou ceifando de trinta pessoas. Na embarcação estavam, além do time de futebol, torcedores que iriam para um jogo amistoso em Runga, na região de Hoima.

Ao que parece o acidente teria sido causado pelo excesso de passageiros, que ocupavam, ao que tudo indica, apenas um dos lados do barco. O peso acima, e o desequilíbrio dentro do veículo teriam sido somados ao fato de todos estarem fazendo festa na hora da tragédia.

Segundo testemunhas, uma parte dos passageiros estava com instrumentos musicais e cantavam e dançavam no momento, o que aumentou ainda mais a chance de que o acidente acontecesse.

Publicidade
Publicidade

Ao todo a espécie de barca acomodava no dia quarenta e cinco pessoas, muito acima da quantidade permitida, sendo que apenas quinze conseguiram se salvar.

As outras infelizmente acabaram se afogando e ainda estavam sendo procuradas no lago pelas autoridades locais. A polícia ainda investigará o motivo do acidente, mas ao que tudo indica se tratou de uma superlotação.

Algumas pessoas que testemunharam o momento da tragédia já relataram às autoridades dizendo que no momento em que o barco começou a afundar as águas do lago estavam extremamente calmas. Além do excesso de peso e da movimentação intensa dentro da barca, não existia outro motivo para provocar o acidente.

Uma das testemunhas chegou a dizer que a água estava tão calma que quem soubesse nadar teria facilidade em se salvar. Ainda não foi possível entender todas as nuances que somadas levaram ao afogamento de tantas pessoas.

Publicidade

Além dos policiais, pescadores ajudavam no resgate dos corpos utilizando pequenos barcos a motor para chegar até o local do acidente.

Os investigadores esperam conversar com os sobreviventes para entender melhor o que aconteceu. O ano de 2016 realmente foi triste para o esporte, há cerca de um mês os torcedores do Chapecoense perdiam também todo o seu time na queda do avião da LaMia. Nesta última 71 pessoas morreram e apenas 6 sobreviveram, deixando todo o Brasil em luto. Alguns passageiros da tragédia africana continuam desaparecidos, e a polícia pede toda a ajuda para auxiliar no resgate.

#Crime #Casos de polícia