Dado como certo, o empréstimo de Dario Conca ao Flamengo ainda não está sacramentado. Pelo menos é o que informa o jornalista Paulo Vinícius Coelho. Através de seu blog no site Uol, publicado neste sábado, o atual comentarista da Fox Sports revela que, segundo o advogado do jogador, Marcos Motta, o meia argentino, de férias, encontra-se em Miami, cidade da Flórida, nos Estados Unidos, para dar continuidade ao tratamento no joelho direito e nada será resolvido antes dos festejos de final de ano.

"Nada vai mudar antes de janeiro'', diz Marcos Motta, que lembrou o fato de o Shanghai SIPG, equipe da China, onde Conca joga atualmente, está, no momento, voltada para a contratação do brasileiro Oscar junto ao Chelsea.

Publicidade
Publicidade

Depois da passagem pelos EUA, Conca, ainda sem data de chegada prevista, virá ao Brasil. A expectativa é que, nesse período, os últimos detalhes da negociação sejam acertados. Caso tudo ocorra dentro do esperado, o portenho ficará na Gávea por empréstimo de um ano, mas, devido à lesão sofrida no ligamento cruzado do joelho direito, só terá condições de jogo a partir do próximo mês de abril.

Nascido em General Pacheco, província de Buenos Aires, Dario Conca tem 33 anos e iniciou a sua carreira no River Plate. Ainda no seu país, defendeu as cores do Tigres, seu clube de coração. Em 2004, foi emprestado ao Universidad Católica, do Chile e, no ano seguinte, chamou a atenção de todos ao ser um dos destaques da equipe naquela Copa Sul-Americana. Em 2006, voltou à Argentina, dessa vez para o Rosário Central.

Publicidade

A aventura pelo Brasil começou na temporada de 2007, quando sua ida para o Vasco. Permaneceu no Rio no ano seguinte, mas para atuar pelo Fluminense, onde, para muitos, viveu o seu melhor momento na carreira, alcançando o status de ídolo, especialmente após o vice da Taça Libertadores de 2008 e ser eleito o craque do Brasileirão de 2010, quando jogou todas as 38 rodadas e levou o time das Laranjeiras ao título. Em 2011, acertou o ingresso no Guangzhou Evergrade, da China, permanecendo por lá durante três temporadas, quando, bancado pela Unimed, sua então patrocinadora, o Fluminense recontratou o meia. Nessa segunda passagem, porém, Conca não conquistou um título sequer. No início de 2015, rumou para o Shanghai SIPG. #Mercado da bola #Flamengo #PaixãoPorFutebol