Após rumores de uma possível saída para o #Futebol paulista, o meia Nenê garantiu que vai ficar no Vasco para a temporada 2017. O próprio jogador emitiu uma nota oficial assegurando a permanência no clube cruz-maltino.

No texto, Nenê disse que segue com contrato ativo no #Vasco, válido até o final de 2018: "Ao contrário do que foi especulado, em nenhum momento eu ou meu empresário iniciamos conversas com outro clube", disse.

O meia também negou que manifestou à diretoria o desejo de deixar o Vasco da Gama. No texto, jogador também lembrou do final da temporada passada, quando surgiram diversas possibilidades de transferência, sendo que todas foram rejeitadas para que o meia pudesse ampliar o vínculo com o time de São Januário.

Publicidade
Publicidade

Recentemente, o meia falou da distância em relação aos filhos, que moram em Jundiaí (SP). Na nota oficial, ele explicou que os filhos são do primeiro casamento e que estudam na cidade paulista, onde mora a mãe: "Dessa forma, é impossível que eles simplesmente mudem de cidade - e de estado", explicou.

Nenê ressaltou que a proximidade com os filhos foi o principal motivo para que retornasse ao futebol brasileiro em 2015, mesmo com propostas mais vantajosas de clubes europeus e asiáticos.

Ídolo vascaíno

Nenê, de 35 anos, é um dos principais destaques da fase recente do Vasco. O jogador chegou ao cruz-maltino em 2015, após passagens por clubes da Espanha e da França. O jogador teve boas atuações no Campeonato Brasileiro daquele ano, mas os gols não foram suficientes para tirar o time da zona de rebaixamento.

Publicidade

Mesmo com o Vasco na Série B, Nenê decidiu ficar no cruz-maltino. O jogador comandou o time na conquista do Campeonato Carioca deste ano, sendo eleito o melhor jogador do torneio.

Já na segundona, o jogador teve grande começo com o Vasco. Fez um hat-trick na primeira rodada, durante o jogo contra o Sampaio Corrêa. Ao todo, Nenê marcou 13 gols durante a disputa. A queda de rendimento do cruz-maltino durante a competição afastou a equipe da disputa pelo título, mas a terceira colocação foi o bastante para assegurar a vaga na elite do futebol brasileiro. #Esportes