O Jacksonville Jaguars demitiu o técnico Gus Bradley, no último domingo (18), após mais uma derrota na NFL. Os Jax (2-12) sofreram uma virada fora de casa para o Houston Texans (8-6) por 21 a 20 após estarem vencendo por 20 a 8, pela semana 15.

Para piorar, os Texans jogaram a maior parte do tempo com seu quarterback reserva, Tom Savage. Brock Osweiler, QB contratado a peso de ouro pelo Houston foi colocado no banco após duas interceptações, para delírio da torcida da casa. Essa foi apenas a terceira partida de Savage na NFL.

Péssimos números

Bradley assumiu os Jaguars em 2013 e nessas quatro temporadas como head coach acumulou 14 vitórias e 48 derrotas.

Publicidade
Publicidade

Os 22,6% de aproveitamento representam a pior marca da era Super Bowl (desde 1967) entre os técnicos com no mínimo 50 jogos.

Após uma campanha de 5 -11 em 2015, era esperado uma evolução dos Jax. No ano passado, Blake Bortles lançou para 35 TDs (atrás apenas de Tom Brady com 36), Allen Hurns e Allen Robinson passaram nas mil jardas recebidas e o ataque funcionava.

Com um ótimo de Draft e diversas contratações da free agency, principalmente na defesa, Jacksonville chegou a ser considerado postulante a playoffs por diversos analistas. Apesar do time, em sua teoria, ser muito melhor, o desempenho atual é pífio. Duas vitórias em 14 jogos e uma clara regressão, foram o suficiente para Bradley perder o emprego.

Carreira de Gus Bradley na NFL:

  • Treinador de linebackers: Tampa Bay Buccaneers (2006 a 2008);
  • Coordenador defensivo: Seattle Seahawks (2009 a 2012);
  • Head Coach: Jacksonville Jaguars (2013 a 2016); recorde de 14-48.

Possível volta de Coughlin

Tom Coughlin foi o primeiro técnico da história dos Jaguars.

Publicidade

De 1995 a 2002, acumulou 68-60, foi aos playoffs quatro vezes e chegou a uma final da AFC, perdendo para o Tennessee Titans. Tom venceu o Super Bowl duas vezes como head coach dos Giants (2007 e 2011), ambas contra os Patriots.

O técnico deixou o New York Giants no fim da temporada passada, e mesmo com 70 anos disse que a aposentadoria não estava nos planos. Seu passado vencedor com os Jaguars, o fato de ainda morar em Jacksonville e desejar um retorno às sidelines aumentam os rumores da volta de Tom.

Diversos torcedores se animaram com a notícia do possível regresso de Coughlin e tomaram as redes sociais. Apesar da euforia, o general manager Dave Caldwell deve apenas informar o técnico interino para as duas semanas finais da temporada 2016, sem previsão de anunciar o novo HC.

#Futebol Americano #NFL - National Football League