O #Corinthians anunciou no início da tarde desta quinta-feira (15) a demissão de Oswaldo de Oliveira. Após reunião durante toda a manhã entre diretoria e treinador, a decisão foi sacramentada.

O clube publicou a notícia e fez agradecimentos através de sua conta oficia no Twitter:

"Após reunião entre a direção de #Futebol do Corinthians e Oswaldo de Oliveira, foi decidido que o técnico não seguirá no clube em 2017."

"O Corinthians agradece os serviços prestados por Oswaldo de Oliveira."

Mesmo tendo vínculo até o final de 2017 com o técnico, a decisão foi pela rescisão contratual, já que a diretoria se mostrava insatisfeita com os resultados de Oswaldo a frente do clube.

Publicidade
Publicidade

Principalmente pelo fato do time ter ficado fora da Libertadores.

Essa foi a terceira passagem de Oswaldo de Oliveira pelo clube, sendo esta a mais rápida e menos vitoriosa com um aproveitamento geral de 37 % - duas vitórias, quatro empates e três derrotas (em oito jogos pelo Brasileirão e um pela Copa do Brasil).

Justificativa da diretoria

Em entrevista coletiva dada nesta tarde, o presidente Roberto de Andrade explicou a escolha: "Um treinador iniciar a temporada é bom, por isso estamos trocando no momento que acabou a temporada para iniciar outra".

O mandatário corintiano também deixou clara a urgência em encontrar um novo treinador, admitindo inclusive a possibilidade em buscá-lo em outros clubes.

"Não sabemos, de repente alguém está com contrato acabando ou quer sair. Muito vago ainda.

Publicidade

É perfil de vencedor, todos se credenciam. Agora vamos ver a manifestação das pessoas nos procurando, é normal, às vezes até treinador liga.", declarou.

Quem assume o Timão?

Entre os nomes mais cotados para a vaga de Oswaldo estão os de Guto Ferreira, atualmente treinador do Bahia, e Vanderlei Luxemburgo, desempregado.

Fernando Diniz, Omar Loss e Rogério Micale também surgem como possíveis opções ao clube de Parque São Jorge, que quer uma definição o mais rápido possível para poder continuar o planejamento da temporada de 2017. #Timão