O Palmeiras anunciou, nesta terça-feira (27), a contratação do meia venezuelano Alejandro Guerra, de 31 anos. Ele estava no Atlético Nacional, da Colômbia, e foi considerado um dos destaques da equipe durante a campanha do título da Taça Libertadores da América deste ano.

Guerra chegará ao Verdão em janeiro, quando fará os exames médicos para a assinatura do contrato.

Em 2016, o #Palmeiras faturou o título do Campeonato Brasileiro. Para a temporada do ano que vem, o Verdão terá a Taça Libertadores da América como principal missão. Na competição internacional, a equipe palestrina vai encarar o Peñarol (Uruguai), o Jorge Wilstermann (Bolívia) e um time que virá da fase preliminar.

Publicidade
Publicidade

Além da Libertadores, o Verdão também terá pela frente no ano que vem as disputas do Campeonato Paulista, da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro.

Alejandro Guerra

O jogador foi revelado no Caracas, time de seu país natal. Pelo clube da capital venezuelana, Guerra foi cinco vezes campeão nacional (2003-04, 2005-06, 2006-07, 2008-09 e 2009-10).

Na Venezuela, Guerra também passou por Deportivo Anzoategui e Mineros de Guayana. Em 2014, o jogador chegou ao Atlético Nacional, da Colômbia, onde acabou se despontando.

Com a camisa do Nacional, Guerra venceu o Torneio Finalización do Campeonato Colombiano de 2015. Também foi campeão da Superliga Colombiana e da Copa Colômbia, ambas neste ano.

Foi na Taça Libertadores que Guerra teve seu melhor desempenho. Guerra foi o primeiro jogador venezuelano a ser campeão da disputa, quando o Atlético Nacional faturou o título em cima do Independiente del Valle.

Publicidade

Ele faturou o prêmio de melhor jogador da Libertadores, sendo o primeiro de seu país a receber tal distinção. O jogador ainda apareceu na seleção ideal da disputa.

Com a camisa do Atlético Nacional, Alejandro Guerra jogou também o Mundial de Clubes da Fifa. Fez um dos gols na vitória sobre o América do México, na partida que deu o terceiro lugar ao time colombiano.

O meia também tem passagens pela seleção venezuelana. Disputou três edições de Copa América com a camisa Vinotinto. #Esporte #Futebol