O Campeão Brasileiro 2016 está reforçando ainda mais o seu elenco para os torneios importantes que disputará no próximo ano.

Na linha de frente está Alexandre Mattos, diretor de futebol e nome forte na cúpula do time de Parque Antarctica, com carta branca para contratar os melhores, e mais viáveis, é claro, jogadores, ainda que as finanças estejam, literalmente no verde com o patrocínio de mais de R$ 77 milhões com a Crefisa/FAM, empresas do casal José Roberto Lamacchia e Leila Pereira.

Depois de um início conturbado com dezenas de contratações que não vingaram e cujos atletas foram emprestados para outros times, fato que deixou Mattos exposto às críticas de diretores, conselheiros e torcedores, o dirigente ganhou fôlego extra com as conquistas da Copa do Brasil 2015 e, principalmente, com as negociações que resultaram em um #Palmeiras imbatível em 2016.

Publicidade
Publicidade

Neste ano, o zagueiro Mina, o meia Tchê Tchê e o atacante Róger Guedes, entre outros, foram destaques na temporada e validaram a renovação do contrato entre o clube e o diretor de futebol.

Para o ano de 2017, o Palestra Itália tem como metas a conquista da Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes da FIFA e por esses grandes desafios não medirá esforços para compor um elenco tão competitivo quanto foi o que venceu o Brasileirão deste ano sob a batuta do técnico Cuca.

Desta forma, todos os setores deverão receber novos jogadores como o meio campo, por exemplo, que tem um atleta do rival prestes a integrar o grupo palmeirense.

Aos 33 anos, Michel Bastos está acertando as últimas questões para rescindir seu contrato com o São Paulo e assinar com o Verdão, embora seu empresário, Emmanuel De Kerchove, tenha admitido apenas que ele está se transferindo para um clube que disputará a Libertadores 2017, sem revelar qual o time.

Publicidade

Durante o fim da temporada, Kerchove entrou em negociações com times franceses para que Michel voltasse ao país em que jogou por 7 anos, entre 2006 e 2013, mas não foi seduzido por nenhuma boa oferta recebida por lá.

Tendo seu vínculo vencendo no fim de 2017, para deixar o tricolor paulista Bastos deverá abrir mão de alguns valores que tem, ou tinha, a receber do time de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

Na disputa pelo meia também está o Santos, mas o Palmeiras tem prioridade na negociação por estar em conversas com o São Paulo desde as últimas rodadas do Campeonato Brasileiro quando tentou realizar uma troca entre Bastos e Rafael Marques.

Até agora, Alexandre Mattos garantiu a permanência dos principais atletas do time do Palmeiras e já contratou, neste fim de ano, meio campistas importantes como Guerra, Hyoran e Raphael Veiga.

No São Paulo desde 2014, Bastos disputou 121 partidas e marcou 22 gols. #Mercado da bola #PaixãoPorFutebol