O atual campeão brasileiro #Palmeiras segue na busca por reforços. A diretoria alviverde pretende trazer pelo menos um nome de peso para suprir a ausência de Gabriel Jesus em 2017.

Porém, um atrito com sua patrocinadora, Crefisa, pode complicar futuras contratações. Leila Pereira (presidente da empresa) teve sua candidatura ao conselho deliberativo do Palmeiras contestada, e isso gerou um desconforto entre o clube e a principal patrocinadora. O contrato de patrocínio da Crefisa com o Palmeiras se encerra em janeiro e pode não ser renovado, embora o atual presidente Maurício Galiotte se mostre confiante na renovação.

O valor da venda de Gabriel Jesus ao Manchester City é de 121 milhões e deve ser muito importante para trazer reforços caso o Palmeiras não renove com a Crefisa, que nesta temporada rendeu 78 milhões ao verdão.

Publicidade
Publicidade

O Palmeiras tem interesse em dois dos principais nomes do atual campeão da Libertadores, Atlético Nacional, o atacante colombiano Miguel Borja e o meia venezuelano Alejandro Guerra. Os valores da negociação segundo informações são considerados muito altos pela diretoria, que não desiste de contar com o futebol dos atletas em 2017.

Outro jogador que o Palmeiras tem interesse é Michel Bastos do São Paulo, o meia deve rescindir o contrato com o tricolor a qualquer momento, o que facilitaria as negociações com o alviverde.

Felipe Melo é outro jogador que pode atuar pelo verdão em 2017; o volante tem contrato com a Internazionale de Milão até junho de 2017. Outros clubes estão interessados no atleta, Corinthians, São Paulo e Flamengo já demonstraram interesse. As negociações, porém, só devem ter início em janeiro quando o jogador vai informar o clube italiano sobre as sondagens dos clubes brasileiros.

Publicidade

O jogador vai tentar ser liberado imediatamente já que seu contrato está prestes a acabar. Nessa temporada, Felipe Melo atuou apenas em 10 partidas e perdeu espaço no time da Inter.

Até agora o Palmeiras confirmou a contratação de 3 jogadores: Keno, Raphael Veiga e Hioran. #FutebolBrasileiro #Campeonato Brasileiro