O Palmeiras está se preparando para 2017. O próximo ano promete ser de muitas emoções, já que o Verdão vai disputar a Copa Libertadores e não vê seus maiores rivais concorrendo de perto. Corinthians e São Paulo não conseguiram vagas, somente Santos, Flamengo e Atlético-MG 'assustam' nesse momento. Mas, se depender do desempenho no mercado, o #Palmeiras sem dúvida sairá na frente.

Com a renovação de Alexandre Mattos no cargo de executivo de #Futebol e a troca de presidente (Maurício Galiotte entrou para o lugar de Paulo Nobre), o clube paulista está se desenvolvendo mais nas negociações. Segundo informações da imprensa colombiana, Guerra e Borja, ambos do Atlético Nacional, estão próximos de serem anunciados pelo Palmeiras.

Publicidade
Publicidade

A especulação é tão forte que até o time colombiano está em busca de novos reforços para recompor o setor ofensivo e de criação.

Além dos reforços que devem chegar, o Alviverde vai renovando alguns contratos e analisando quem fica ou sai. Jaílson e Zé Roberto, por exemplo, já estão garantidos para 2017. Ambos já renovaram e prometeram empenho e esforço para levantar o bicampeonato da América.

Outro jogador que garantiu sua permanência antes do Natal foi o meia Cleiton Xavier. Ele tem contrato até o final de 2017 e disse para o Diário Lance que vai ficar no Verdão. O objetivo é claramente buscar a Libertadores.

O jogador também pediu para a imprensa 'esquecer' um pouco a história de 2009. Na época, Xavier era comandante do time que liderou o Brasileirão e chegou a ficar dez pontos na frente do segundo colocado.

Publicidade

Em derrocada incrível, o Verdão acabou em quinto colocado, viu o Flamengo ser campeão e ainda por cima não conseguiu vaga para o torneio continental. O fantasma, no entanto, acabou, disse Cleiton.

Felipe Melo vem?

O Palmeiras está sondando Felipe Melo, jogador que está no futebol italiano. A negociação é tratada como difícil, mas o volante Gabriel pode ser envolvido em uma possível troca. As reações nas redes sociais de palmeirenses não mostraram muito otimismo quanto ao negócio. #Mercado da bola