O Estádio Couto Pereira, em Curitiba, receberá um culto ecumênico nesta quarta-feira (7), dia em que seria disputada a final da #Copa Sul-Americana entre a Associação #Chapecoense de Futebol e Club Atlético Nacional de Medellín. É a homenagem dos paranaenses às vítimas da tragédia com o voo da Lamia, que deixou 71 mortos e 6 feridos, entre atletas, comissão técnica e dirigentes da Chapecoense, jornalistas e profissionais de imprensa brasileiros, e tripulantes bolivianos.

Culto ecumênico

Em seu site oficial, o Coritiba Foot Ball Club, proprietário do Estádio Couto Pereira convidou torcedores de todos os clubes para irem ao estádio vestidos de branco ou com a camisa de seu clube.

Publicidade
Publicidade

Os portões serão abertos às 19h30 e o culto acontecerá das 20h30 às 21h45, horário em que começaria a partida decisiva. O padre João Maria e o pastor Antônio Jairo Porto Alegre farão a celebração que será comandada por Mauro Muller.

A Chapecoense escolheu o estádio do Coritiba porque a Arena Condá, em Chapecó, não tem capacidade para 40 mil torcedores, conforme prevê o regulamento da Copa Sul-Americana.

Homenagem dos colombianos

Na quarta-feira passada (30/11) o Club Atlético Nacional de Medellín fez uma grande e respeitosa homenagem, que emocionou autoridades brasileiras, como o Ministro das Relações Exteriores, José Serra, e o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon e estreitou relações entre brasileiros e colombianos. Mais de 40 mil pessoas lotaram o Estadio Atanásio Girardod e outras milhares ficaram fora do estádio, nas ruas de Medellín.

Publicidade

Hinos e cânticos foram entoados, em homenagem à Chapecoense, como o inesquecível "Vamos, vamos Chape!". Muitas faixas de apoio foram expostas. #ForçaChape.

Nacional já jogou no Estádio Couto Pereira

O Estádio Couto Pereira, que receberia a final da Copa Sul-Americana também recebeu o Nacional de Medellín na mesma competição. Nas quartas de final, Coritiba e Nacional empataram em 19 de outubro, por 1x1. Borja abriu o placar para os colombianos no início do jogo e Iago empatou nos minutos finais. No jogo decisivo, em Medellín, Gonzales fez um gol de falta para o Coritiba, mas no segundo tempo o artilheiro Borja virou o jogo com três gols e classificou o Nacional para as semifinais. Para chegar à final, o Nacional passou pelo Cerro Porteño do Paraguai e a Chapecoense eliminou o San Lorenzo da Argentina, num jogo marcado pela defesa histórica do goleiro Danilo no último lance da partida.

Chapecoense Campeã

Nesta segunda-feira (5), a Conmebol - Confederação Sul-Americana de Futebol declarou a Chapecoense Campeã da Copa Sul-Americana 2016. Como o Nacional de Medellín é o Campeão da Copa Libertadores 2016, as duas equipes decidirão a Recopa em 2017. #Acidente