O ano de 2016 foi um ano atípico para o futebol brasileiro, pelo menos no quesito torcedor. O Maracanã, o #Mineirão e a Arena Corinthians sediaram jogos da Olimpíada Rio 16 o que acabou prejudicando a média de público de seus times que tiveram que mandar jogos em outros estádios.

O futebol carioca foi o que mais sofreu já que o Maracanã ficou praticamente seis meses à disposição do Comitê Olímpico. Jogos do campeonato carioca e do #Brasileirão foram disputados em estádios do Rio de Janeiro com menor capacidade ou fora do Estado.

Média menor

Assim, caiu um pouco a média de público: foram 15.217 pagantes por jogo no total dos 379 jogos disputados.

Publicidade
Publicidade

Foram marcados 912 gols, com média de 2,41 por jogo.

A média de público no Brasileirão de 2015 foi de 17.051 pagantes por jogo. Veja na tabela abaixo a média de público a partir de 2003, quando o Campeonato Brasileiro passou a ter a forma atual de pontos corridos e 20 times.

A melhor média foi de 2009, quando o Flamengo foi campeão.

2003 - 10.468

2004 - 7.556

2005 - 13.600

2006 - 12.300

2007 - 17.461

2008 - 16.992

2009 - 17.807

2010 - 14.800

2011 - 14.976

2012 - 13.148

2013 - 14.969

2014 - 16.537

2015 - 17.051

2016 - 15.217

O Flamengo é o maior recordista em média de público a partir de 2003. Em 2008, teve média de 40.695 pagantes, a maior de todas no período. No ano seguinte, quando foi campeão, teve média um pouco abaixo: 40.035.

Com a aproximação da Copa do Mundo no Brasil, estádios entraram em reforma levando jogos para arenas menores.

Publicidade

Foi o que aconteceu com o Maracanã e o Mineirão, por exemplo. Ambos os estádios tiveram sua capacidade bastante diminuída para atender às normas de segurança da Fifa.

Veja a melhor média de cada ano.

2003: Cruzeiro - 26.109

2004: Corinthians - 13.547

2005: Corinthians - 27.330

2006: Grêmio - 25.630

2007:Flamengo - 39.221

2008: Flamengo - 40.695

2009: Flamengo - 40.035

2010: Corinthians - 27.446

2011: Corinthians - 29.424

2012: Corinthians - 24.299

2013: Cruzeiro - 28.911

2014: Cruzeiro - 29.678

2015: Corinthians - 33.637

2016: Palmeiras - 32.470

No lado de baixo da tabela de presença de público, o recordista negativo foi o América mineiro. Os três menores públicos da competição envolveram jogos do Coelho das Minas Gerais:

América x Atlético PR – 518 pagantes

América x Chapecoense – 660 pagantes

América x Coritiba – 796 pagantes.

O América foi também recordista em outro número negativo: teve apenas sete vitórias ao longo da competição. #Maracanã