Na semana que antecede o grande clássico contra o Barcelona, o #Real Madrid anunciou nesta quinta-feira (1º), a lista dos jogadores que disputarão o Mundial de Clubes da #FIFA, neste mês, no Japão. O grande desfalque dos Merengues será o atacante Gareth Bale, que passou por uma cirurgia no tornozelo e só voltará aos gramados em abril. O Real foi o vencedor da competição em 2014, ao derrotar na decisão o San Lorenzo, e busca sua segunda conquista com este novo formato.

Para o Mundial o técnico Zinedine Zidane relacionou os goleiros Keylor Navas, Kiko Casilla e Ruben Yanez. Para a defesa foram chamados Daniel Carvajal, Danilo, Pepe, Sergio Ramos, Varane, Fabio Coentrão, Marcelo e Nacho Fernandez.Para o meio de campo o time contará com Toni Kroos, James Rodríguez, Casemiro, Mateo Kovacic, Lucas Vasquez, Luka Modric, Marco Asensio e Isco.

Publicidade
Publicidade

O ataque terá #Cristiano Ronaldo, Karim Benzema, Mariano Diaz e Alvaro Morata.

Os espanhóis, assim como o Atlético Nacional da Colômbia, entram diretamente nas semifinais da competição. O time enfrentará no dia 15 o vencedor Jeonbuk Motors, da Coréia do Sul e campeão asiático, contra os mexicanos do América. Mamelodi Sundowns (da África do Sul e campeão da Champions africana) e Auckland City, da Nova Zelândia e vencedor da Champions da Oceania, também estão confirmados. Resta apenas a definição de quem será o representante do país sede, no caso o vencedor da J-League.

Homenagens

Assim como todo o mundo do futebol, o Real Madrid não deixou de prestar sua homenagem aos mortos no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. Na partida desta quarta-feira contra o Cultural Leonesa, os jogadores do time entraram em campo com uma camiseta escrito “Todos Somos Chapecoense”.

Publicidade

Também foi respeitado um minuto de silêncio antes da bola rolar.

No dia anterior, o técnico Zidane já havia declarado em nome de todo o grupo que se solidarizava com as vítimas. “Mandamos nosso pêsames ao clube e a toda sua torcida”, disse. “É uma tragédia, é complicado e difícil”, acrescentou o francês.