Passados quase 30 dias do acidente aéreo que vitimou a delegação da #Chapecoense na Colômbia, o clube catarinense continua seu trabalho de reestruturação. Já tem um novo técnico, Vagner Mancini, conseguiu aumentar consideravelmente o seu quadro de sócios, além disso, recebeu um convite do Barcelona para jogar o torneio Juan Ganper na Espanha. Também já está agendado um amistoso entre as seleções do Brasil e da Colômbia, cuja arrecadação será revertida em favor das vítimas da tragédia do voo da Lamia.

Porém, dentro de toda essa relação de solidariedade uma das mais aguardadas, acabou não acontecendo conforme o esperado. Trata-se da promessa dos clubes brasileiros de empréstimo de jogadores para recompor o grupo do clube de Santa Catarina.

Publicidade
Publicidade

De acordo com os dirigentes da Chapecoense, na prática tem ocorrido que os jogadores que estão sendo oferecidos são os que estão fora dos planos das principais equipes do futebol brasileiro. Também existe a situação onde os jogadores disponibilizados para o empréstimo possuem salários que representam três vezes mais do que o teto pago pela equipe de Santa Catarina.

O diretor Rui Costa, mesmo assim, fez questão de salientar a postura de equipes como Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Cruzeiro, Fluminense, Palmeiras e São Paulo. O dirigente destacou a iniciativa do Palmeiras que não impôs nomes para empréstimo, deixando que a Chapecoense escolhesse qualquer nome do seu grupo para que posteriormente fosse analisada a possibilidade de negociação.

Já o técnico #Vagner Mancini criticou os clubes que estão querendo se desfazer de jogadores que sabidamente não permaneceriam nas suas equipes de origem em 2017.

Publicidade

O treinador afirmou que o clube catarinense não quer esse tipo de empréstimo, pois busca jogadores competitivos e interessados em buscar bons resultados com a Chapecoense. Inclusive o nome do Ronaldinho Gaúcho chegou a surgir na mídia como um dos possíveis reforços da equipe catarinense, mas embora a ideia tenha sido vista com bons olhos pelo jogador, o assunto até o momento não evoluiu. #Resenha Esportiva