A novela do caso Victor Ramos está longe de terminar. Quando parecia que o caso já estava sacramentado, com o arquivamento da denúncia por parte do STJD - Superior Tribunal de Justiça Desportiva -, o #Internacional, principal clube interessado na perda de pontos do Vitória na luta contra o rebaixamento para a Série B, afirmou ter provas de que o jogador do time baiano atuou irregularmente no Brasileirão e pode reabrir o caso.

Na última semana, dirigentes do Internacional apresentaram um documento de 42 páginas ao STJD alegando que Victor Ramos estaria irregular no #Brasileirão. O zagueiro do Vitória pertence ao Monterrey, do México, e está no clube baiano por empréstimo.

Publicidade
Publicidade

No documento, o time gaúcho elucidou os pontos que julga serem equivocados na transferência do jogador e pediu perda de pontos nas 26 partidas que o atleta atuou na competição.

A defesa do Vitória afirma que tudo foi feito dentro da legalidade, já que o contrato de empréstimo de Victor com o Palmeiras, último clube do defensor, foi encerrado no dia 31 de dezembro de 2015 e o contrato com o Monterrey passou a vigorar antes da abertura da janelas de transferências - 4 de janeiro a 1º fevereiro.

Porém, o contrato firmado entre Vitória e Monterrey foi firmado no dia 26 de fevereiro no período de 1º do mesmo mês até 31 de dezembro. O ingresso no TMS - Transer Matching System, sistema que regula as transferências internacionais no #Futebol - foi no dia 11 de março.

Em nota oficial publicada pelo Internacional nesta sexta-feira (9), assinada pelo vice-presidente jurídico, Giovani Figueiredo Gazen, o clube diz que está "estudando as medidas recursais cabíveis a serem propostas nos próximos dias com vistas à reversão de tal decisão, haja vista o excelente direito e amplas provas documentais que amparam nossa interpelação política".

Publicidade

Rebaixamento pode ser evitado no campo

Caso não consiga êxito nos tribunais, o Internacional pode escapar do rebaixamento no campo. No domingo (11), o time gaúcho encara o Fluminense, no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, na Baixada Fluminense, às 17h. Uma vitória fora de casa, somado à derrota da Vitória para o Palmeiras, em Salvador, e tropeço do Sport diante do Figueirense, em Recife, salva o Colorado da degola.