Apesar de ainda não anunciar oficialmente, o #Vasco tem uma lista com pelo menos cinco atletas, dos quais a maioria de veteranos, que não seguirão em São Januário na próxima temporada por não estarem nos planos do técnico Cristóvão Borges.

Apesar de terminarem a temporada como titulares, o lateral Júlio Cesar, de 28 anos, e o volante Diguinho, de 33, são contestados pela torcida e devem sair. Já o atacante Júnior Dutra, que não conseguiu se firmar desde quando chegou, na metade do ano. E fez apenas cinco jogos e marcou um gol, na vitória por 2 a 0 sobre o Joinville ainda no mês de setembro.

Outro veterano, #Jorge Henrique, de 34 anos, começou o ano como titular, mas seu rendimento foi caindo ao logo da Série B e ele acabou perdendo espaço no time.

Publicidade
Publicidade

O jogador chegou durante a campanha que culminou no terceiro rebaixamento do clube em 2015. E setembro ele havia renovado seu contrato até o final do ano que vem.

Outro que chegou em 2015, mas não conseguiu salvar o Vasco da queda, foi o atacante Leandrão, que é o único a já ter sua situação definida. O jogador de 32 anos foi emprestado ao Boavista, clube que defendeu no primeiro semestre durante a disputa do estadual do Rio de Janeiro.

Com a saída dos jogadores, o Vasco espera poupar em torno de 500 mil reais mensais com salários. Por outro lado, o clube pretende gastar 20 milhões de reais com reforços. O primeiro deles, o meia argentino Damián Escudero, foi anunciado na noite de Natal. Já o zagueiro Jomar, os volantes Bruno Gallo e Marcelo Mattos, o meio-campo Júlio dos Santos, além do atacante Thalles renovaram seus contratos e estarão no elenco que se reapresentará no próximo dia 2.

Publicidade

Como a Série B terminou duas semanas antes do Brasileirão, o cruzmaltino terá um tempo maior de preparação que seus rivais.

Nenê

Por meio de uma carta, Nenê afirmou que permanecerá no Vasco em 2017. Os rumores de sua saída do clube surgiram na semana passada, quando o jogador afirmou querer ficar mais perto dos filhos, que moram em Jundiaí, interior de São Paulo. Ele afirmou que em nenhum momento iniciou conversas com outros clubes ou que manifestou para a diretoria o desejo de sair de São Januário, lembrando ainda que tem contrato válido até o final de 2018. #Nenê