Depois do trágico acidente que vitimou 71 pessoas na última segunda-feira, dentre elas jogadores, membros da comissão técnica e diretores da #Chapecoense, o clube de Santa Catarina vai dando os seus primeiros passos para se reerguer e voltar forte em 2017. Nesta segunda, surgiu a informação de que #Levir Culpi, ex-técnico do Fluminense, seria o principal nome para assumir o Verdão do Oeste no ano que vem.

A informação foi veiculada pelo jornalista Mário Tomasi, da Rádio Chapecó, e divulgada pelo canal a cabo Fox Sports, que, lamentavelmente, também perdeu integrantes de sua equipe na tragédia do voo da empresa Lamia em Medellín.

Publicidade
Publicidade

Levir Culpi trabalhou durante praticamente toda a temporada de 2016 no Fluminense, onde conquistou o título da Primeira Liga e acabou demitido já na reta final do Brasileirão, por conta de maus resultados.

Paulo Vinícius Coelho, o PVC, integrante da equipe de comentaristas do Fox Sports, lembrou que Levir já havia demonstrado em uma outra oportunidade o desejo de trabalhar na Chapecoense. Vale mencionar que o então técnico do clube, Caio Jr, foi uma das vítimas do acidente aéreo e a remontagem do clube também passa pela comissão técnica.

Também nesta segunda, a Conmebol oficializou o título de campeã da Sul-Americana para a Chapecoense, o que a coloca como a terceira equipe brasileira a conquistar esse feito. Antes, Inter em 2008 e São Paulo em 2012 brindaram o Brasil com a importante taça.

Publicidade

A conquista concede ao clube uma vaga na Libertadores e uma importante premiação em dinheiro.

Desta forma, a Chape será a equipe brasileira com mais competições a serem disputadas na próxima temporada. Em entrevista coletiva, o presidente em exercício Ivan Tozzo garantiu que, em 2017, o clube disputará o estadual catarinense, o Brasileirão da Série A, a Copa Libertadores, a Copa do Brasil, a Recopa Sul-Americana e a Copa Suruga - estas duas últimas por ter sido a campeã da Sul-Americana.

A CBF também confirmou o "WO" duplo para a partida entre Chapecoense e Atlético-MG, que seria disputada na última rodada do Brasileirão. Os demais jogos estão confirmados.