Após ficar conhecido nacionalmente por ter previsto o fatídico episódio do acidente com o voo que levava a delegação da #Chapecoense - além de convidados e jornalistas -, que resultou na morte de 71 pessoas em novembro deste ano, o vidente Carlinhos faz agora uma previsão que assusta os torcedores cariocas. As possíveis vítimas, desta vez, seriam os jogadores de um clube do estado.

Segundo o vidente, o acidente aéreo, diferentemente do que ocorreu com o voo da Lamia, aconteceria em baixa altitude. Carlinhos não soube afirmar com precisão se haveriam ou não sobreviventes.

Ainda de acordo com a previsão, o acidente ocorreria entre 2017 e 2018, o que deixa os torcedores de Flamengo e Botafogo preocupados, pelo fato de ambos os times estarem em uma competição internacional - a Copa Libertadores.

Publicidade
Publicidade

Além disso, o Fluminense também disputará a Copa Sul-Americana no mesmo ano, a mesma que estava sendo disputada pela equipe da Chapecoense quando ocorreu o acidente.

Previsão remonta ao trágico acidente do voo TAM 3084, ocorrido em solo (baixa altitude)

O voo fazia parte de uma rota doméstica e a aeronave envolvida no acidente foi um Airbus A320-233. O voo partiu do Aeroporto Internacional de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em direção ao Aeroporto de Congonhas, localizado em São Paulo. Após um trajeto tranquilo, o avião tentou pousar na pista 35L em São Paulo, porém a aeronave não conseguiu frear, ultrapassando os limites da pista do aeroporto, atravessando a Avenida Washington Luís e colidindo com o prédio da própria empresa, além de acertar um posto de combustíveis da empresa Shell.

Publicidade

Nesse acidente não houveram sobreviventes. Foram 187 vítimas a bordo do A320, além de doze pessoas em solo. Este foi o maior acidente aéreo, em termo de vítimas, da história da aviação brasileira, chegando a ultrapassar o voo Gol 1907, que caiu na Amazônia após colidir com outro jato no ar.

O trágico acidente passou a ser investigado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos - CIPAA, órgão competente à FAB. O inquérito concluiu que a causa foi falha humana, provocada por um erro do piloto ao configurar erroneamente as manetes, além de uma estrutura irregular no aeroporto, ocasionando um terreno acidentado, suficiente para provocar um acidente. #Tragédia #Famosos