Sabe aquelas situações em que você diz que ‘precisa ver para crer’? Pois bem, esse domingo, 4, garantiu um desses momentos únicos. As torcidas organizadas dos quatro maiores clubes paulistas do futebol, Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos, se reuniram em frente ao estádio municipal do Pacaembu para homenagear a equipe da Associação #Chapecoense de Futebol.

Para quem não sabe, essas torcidas já chegaram a ser proibidas dentro dos estádios, uma vez que inúmeras pessoas já morreram durante brigas, previamente planejadas pela internet. Dias de clássico, a polícia militar precisa reforçar a segurança na região do estádio que sedia a partida, e ainda assim, espancamentos e mortes já aconteceram ao longo dos anos, principalmente envolvendo as organizadas do Corinthians, Palmeiras e São Paulo, que ficam na cidade de São Paulo.

Publicidade
Publicidade

O Santos fica no litoral, mas sua torcida também já se envolveu em confusões “em nome do esporte”.

As torcidas presentes no evento são justamente as principais de cada clube: Independente (São Paulo), Mancha Verde (Palmeiras), Torcida Jovem (Santos) e Gaviões da Fiel (Corinthians).

A imagem surpreende e mostra que até os piores rivais, conseguiram respirar o mesmo oxigênio que o outro sem qualquer agressão. Além de fazerem a homenagem juntos, também ficaram lado a lado para serem fotografados. Tal comportamento em junção com a gigantesca mobilização que tem acontecido no Brasil e no mundo, mostra que antes de termos um time do coração, somos humanos e que assim como a dor é igual para todos, a união faz a força.

Além disso, o São Paulo chegou a emitir uma nota oficial, ainda na terça-feira, 29, dia do acidente, para dizer que se uniu com os rivais para oferecer jogadores, gratuitamente, para a Chapecoense em 2017 e sugeriram para a CBF que o time de Chapecó não seja rebaixado pelos próximos três anos.

Publicidade

Veja as imagens:

Um dos rivais da Chapecoense, o Coritiba, convidou torcedores de todos os times para comparecerem ao estádio Couto Pereira, dia 8 de dezembro, para uma homenagem ao Chape. Esse seria o mesmo dia em que a equipe de Chapecó disputaria a final da Copa Sul-Americana. #ForçaChape #Resenha Esportiva