Para muitos, o equatoriano Junior Sornoza, mesmo tendo substituído por Luiz Fernando na etapa final, foi o melhor jogador do Fluminense no clássico deste domingo, no Engenhão, mas, segundo o técnico Abel Braga, os 3 a 0 sobre o Vasco, no clássico da primeira rodada do #Campeonato Carioca, tiveram outros protagonistas.

Em entrevista concedida após a partida, o comandante tricolor, inicialmente, teceu elogios ao comportamento do sistema defensivo, principalmente a dupla Renato Chaves e Henrique. Segundo ele, demonstrou-se uma solidez capaz de anular a maioria das tentativas cruzmaltinas.

"Não levamos gols, tivemos 11 escanteios contra.

Publicidade
Publicidade

O Vasco é o time que mais aproveita a bola parada no Brasil. Então, o nosso aproveitamento foi quase 100%", declarou o treinador, que ainda conta com Reginaldo e Nogueira como opções do elenco para o setor.

Outro que mereceu elogios foi Henrique Dourado. Para Abel, o centroavante, autor do segundo gol do Flu (Wellington Silva abriu o placar e Marcos Júnior sacramentou o resultado positivo), é o responsável por liderar o andamento do time dentro de campo.

"Às vezes, a gente olha só para a bola. E não repara quem se movimenta para receber. Isso mostra a importância dele, a inteligência dele (Dourado). Batalha com os zagueiros, ele quem comanda o time para marcar alto. É a nossa referência", encerrou.

Apresentando, em seu currículo, passagens por Santos, Palmeiras e Cruzeiro, Henrique Dourado chegou ao #Fluminense no segundo semestre do ano passado junto ao Vitória de Guimarães, de Portugal.

Publicidade

Trazido pelo então gerente-executivo Jorge Macedo (atualmente no Internacional), o "Ceifador", como ele é conhecido dentro do meio do futebol, tinha a difícil incumbência de substituir o ídolo Fred (depois de sete anos, deixou as Laranjeiras rumo ao Atlético-MG) e o rendimento foi bem abaixo do esperado. Em 14 jogos, foram apenas dois gols, ambos no Campeonato Brasileiro, marcados nas vitórias de 1 a 0 sobre o América-MG, em Cariacica, no Espírito Santo e o Santa Cruz, no Recife, capital de Pernambuco. Durante a pré-temporada, surgiu a informação de que a gestão Pedro Abad, eleita no último mês de novembro, estaria tentando negociá-lo com outro clube.

Com três pontos e líder isolado do Grupo B, o Fluminense volta a jogar pelo Cariocão na próxima quarta, às 16h30 (de Brasília), encarando, em Moça Bonita, o Resende. #PaixãoPorFutebol