Apesar de revelado pelo Volta Redonda, iniciou sua carreira no Flamengo, em 2001, onde conquistou o Campeonato Carioca e a Copa dos Campeões. Dois anos depois transferiu-se para o Cruzeiro e venceu a chamada "tríplice coroa", nome dado as três conquistas em uma mesma temporada: Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro de 2003.

Em 2004 ele foi contratado para defender a camisa do Grêmio mas ficou por apenas uma temporada, transferindo-se no ano seguinte para a Espanha, onde jogou pelo Mallorca, Racing Santander e o Almería.

Foi apenas em 2008 que o atleta vestiu uma camisa de time de futebol de maior expressão na Europa, a da Fiorentina, mas, no ano seguinte, tornou-se um dos jogadores brasileiros mais caros da história do futebol após ter sua multa rescisória, de 25 milhões de euros, paga pela Juventus que, assim, o contratou.

Publicidade
Publicidade

Em 2010, com 97% de aproveitamento, foi eleito o jogador que mais acertou passes em toda a Copa do Mundo daquele ano.

No ano seguinte o Galatasaray, da Turquia, emprestou o jogador e comprou seus direitos econômicos junto à Juventus dois anos depois. Em Istambul, ele ficou por quatro temporadas quando, finalmente, voltou à Itália quando contratado pela Internazionale, em 2015.

Agora, depois de duas temporadas em Milão, Felipe Melo, de 33 anos, está muito próximo de retornar ao Brasil para defender o manto da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Liberado dos treinos deste domingo, o primeiro dia do ano - sim, a equipe italiana iniciou sua pré-temporada em pleno feriado mundial -, o meio-campista ficou muito mais próximo de um acerto com o #Palmeiras, que deve "bater o martelo" já nesta segunda-feira (2).

Publicidade

Tendo atuado em apenas dez jogos na temporada passada, a Inter de Milão prevê uma grande economia em sua folha de pagamentos com o acerto entre os clubes e o jogador.

Além do meio campo da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010, o Verdão já reforçou seu elenco com Michel Bastos, anunciado no sábado (31), Alejandro Guerra, Keno, Hyoran e Raphael Veiga. #Mercado da bola #PaixãoPorFutebol