Os dias no Parque São Jorge ainda seguem bastante agitados. O #Corinthians vive a expectativa de contar com Jadson e Drogba para essa temporada. As negociações, entretanto, não dependem apenas do clube paulista. Nesta quinta-feira, durante entrevista coletiva, Flávio Adauto, diretor de futebol do Timão, comentou sobre as ofertas que foram feitas aos atletas.

O dirigente alvinegro explicou primeiramente a situação do meia, que se desligou do clube chinês. Segundo Adauto, nesta semana aconteceu uma reunião entre dirigentes do Corinthians e os agentes do atleta. Na terça-feira, o Timão entregou uma proposta animadora para os empresários.

Publicidade
Publicidade

"Nesta semana eu cheguei por volta do horário do almoço, trabalhei e depois, no final da tarde, fui para uma reunião no Parque São Jorge com o Roberto de Andrade. Tivemos um encontro com o representante do Jadson e então discutimos bastante, inclusive detalhes... Agora o Corinthians só precisa esperar uma resposta, porque já fez sua parte", explicou.

Caso Drogba

Em relação ao atacante, o dirigente do Corinthians confirmou que teve um contato por telefone com Drogba. O jogador de 38 anos também declarou que teria interesse, mas solicitou um tempo para poder decidir seu futuro com a família para depois resolver se faria essa transferência para o Brasil.

"Durante a reunião que tive com o presidente, falamos sobre o Drogba. Inclusive, o jogador participou da conversa fora do país. Ele ficou de nos dar um retorno também.

Publicidade

Por se tratar de uma mudança da Europa para o Brasil, ele ficou de analisar com a família", disse Adauto.

Em resumo, o Corinthians fez proposta aos dois jogadores. Contudo, agora depende somente dos atletas. O dirigente ainda disse que espera uma resposta positiva nos dois casos.

Saída de Rodriguinho

Enquanto uns podem chegar ao clube, outros estão de saída. Este é o caso de Rodriguinho. De acordo com o empresário do atleta, Luis Paulo Santatelli, uma reunião nas próximas horas poderia cravar o futuro do meia. O clube detém 50% dos direitos econômicos e desta vez o Fenerbahçe, da Turquia, teria oferecido cerca de R$ 14 milhões para ficar com Rodriguinho. O Alvinegro, que na época desembolsou R$ 4 milhões, quer aumentar ainda mais a proposta para sair lucrando. #Reforços