Grande assunto do noticiário esportivo desde a última semana, o caso Drogba no Corinthians pode ter um desfecho nesta segunda-feira (16). Pela primeira vez o jogador se reunirá com representantes do Timão para negociar sua vinda ao Brasil.

O jogador, que estava na França, está se deslocando para Londres e na capital inglesa irá se reunir com um de seus representantes e com as pessoas ligadas ao #Corinthians que estão cuidando de toda a negociação. Assim, é possível que amanhã mesmo a definição se #Drogba vem ou não seja conhecida.

No departamento de marketing, que conduz todas as tratativas, o clima é de otimismo. Contando com uma proposta em mãos que, ao que tudo indica, atende as exigências do centroavante, a esperança é a de que esse fato, aliado a falta de concorrência para a #contratação, convençam o marfinense de jogar no alvinegro.

Publicidade
Publicidade

Já no departamento de futebol, onde Drogba chegou a ser vetado, o pessimismo é maior. Muito criticado nos últimos dias por suas declarações, o diretor de futebol Flávio Adauto, em entrevista à rádio Jovem Pan, revelou que pediu para Kazim, atacante recém-contratado do Corinthians , ligar para seu ex-companheiro de Galatasaray ea resposta não teria sido das mais animadoras.

“Eu vou até fazer uma inconfidência mesmo. Vocês sabem que eu sou linguarudo, sou bocudo. Ontem (sábado), um jogador do Corinthians chamado Kazim, não vou esconder, conversou longamente com o Drogba, a nosso pedido. E o Drogba disse que estava sem saber o que estava acontecendo”, revelou Adauto.

Com indefinição, camisa 9 fica reservada para Drogba

Se o pessimismo de Flávio Adauto freia a empolgação dos corinthianos, um detalhe na numeração da equipe pode indicar que a negociação não está tão distante como deixou transparecer o dirigente.

Publicidade

Neste domingo (15) o Corinthians divulgou sua numeração fixa para a temporada de 2017 e a camisa 9, tradicionalmente usada pelos centroavantes, ficou vaga. O detalhe chamou a atenção e causou euforia entre os alvinegros.

Imaginava-se que Jô, também centroavante, herdaria o número que foi de Gustavo em 2016, mas o jogador acabou com a 7. Kazim, outro atacante, vestirá a 18. Número preferido de Drogba, a camisa 11 seguirá com o paraguaio Romero.

Confira abaixo a numeração do Corinthians para 2017

1 – Matheus Vidotto

3 – Yago

4 – Balbuena

5 – Gabriel

6 – Moisés

7 – Jô

8 – Marlone

10 – Guilherme

11 – Romero

12 – Cássio

13 – Guilherme Arana

14 – Léo Santos

15 – Vilson

16 – Cristian

17 – Giovanni Augusto

18 – Kazim

19 – Rodrigo Figueiredo

20 – Mendoza

21 – Jean

22 – Marciel

23 – Fagner

25 – Luidy

26 – Rodriguinho

27 – Walter

28 – Paulo Roberto

29 – Camacho

31 – Marquinhos Gabriel

32 – Léo Príncipe

33 – Warian

34 – Pedro Henrique

35 – Fellipe Bastos

36 – Bruno Paulo

37 – Diego Andrade

40 – Caíque