Corinthians e São Paulo se enfrentam pela primeira vez fora do Brasil. E já vale taça! Tudo bem que a Flórida Cup é apenas um torneio amistoso, de preparação para a temporada 2017, mas a rivalidade entre as duas equipes já impõe um pouco mais de seriedade dos dois lados. A partida ocorre às 21h (horário de Brasília) deste sábado em Orlando (EUA) e será transmitida pela Bandeirantes, Sportv e Esporte Interativo.

Este será o 11º confronto entre as duas equipes que valerá um título. Na História, o #Corinthians leva vantagem diante do São Paulo, com seis conquistas contra quatro do São Paulo.

A primeira final entre ambos ocorreu também em um torneio amistoso internacional.

Publicidade
Publicidade

Disputado na capital paulista, o Tricolor do Morumbi conquistou a I Copa São Paulo nos pênaltis (4 a 3) após empate por 2 a 2 no tempo normal.

Já em 1982 a decisão era pelo Campeonato Paulista. E os alvinegros, liderado por Sócrates, se deram bem. Após duas vitórias diante do rival (1 a 0 e 3 a 1), o time de Parque São Jorge ficou com o caneco. No ano seguinte, nova decisão entre são-paulinos e corintianos pelo Paulistão, com novo título para os últimos, após triunfo por 1 a 0 e empate por 1 a 1.

Em 1987 foi a vez do São Paulo erguer a taça estadual, após derrotar o Corinthians por 2 a 1 e empatar sem gols. Três anos mais tarde, o Coringão encerraria seu jejum nacional ao conquistar o Campeonato Brasileiro com duas vitórias por 1 a 0 diante do Tricolor de Telê Santana e Raí. No ano seguinte, a dupla deu o troco no Paulistão e, com uma atuação de gala do meia no primeiro jogo (3 a 0), a volta ficou em um empate sem gols e o título foi para o Morumbi.

Publicidade

Outra decisão ocorreu apenas em 1998 e teve Raí como protagonista novamente. Na primeira partida o Corinthians venceu por 2 a 1. Raí, que acabara de ser repatriado da França, chegou para o segundo jogo e foi decisivo no triunfo por 3 a 1, com um gol e passes para França deitar e rolar na defesa alvinegra. Este foi o último título diante do Corinthians, que passou a dominar as decisões dali em diante.

Em 2002, por exemplo, os corintianos levantaram o troféu do Rio-São Paulo após empate por 1 a 1 e vitória por 3 a 2. Na decisão do Paulistão do ano seguinte, nova festa alvinegra depois de dois triunfos por 3 a 2. O último encontro das equipes ocorreu na Recopa Sul-Americana de 2013. E o Corinthians levou a melhor novamente: vitória por 2 a 1 e 2 a 0.

Rivalidade à prova

As duas equipes deverão ter muitas mexidas em relação à semifinal, já que os atletas ainda não estão em condição ideal e o tempo de recuperação é menor – o São Paulo, por exemplo, jogou na quinta contra o River Plate. Ajuda, porém, o fato de que é possível trocar todas as peças em campo durante a partida.

Publicidade

Até por isso, o lateral-direito do Corinthians Fagner pede para não haver cobrança neste momento de princípio de trabalho com o novo treinador Fábio Carille. “Ainda falta muito para chegarmos ao nosso ideal. Independentemente do resultado, vamos procurar fazer o nosso melhor”, disse.

Já o zagueiro são-paulino Lugano rechaça esse clima de pré-temporada e defende que agora é um campeonato. “Ninguém vai entrar nesse jogo para perder. Tem de entrar para ganhar. A mentalidade precisa ser essa. Não sei qual equipe o Rogério irá utilizar, mas temos que ir com foco total”, declarou o uruguaio. #FutebolBrasileiro #São Paulo FC