Nos últimos anos, o #Corinthians fez contratações que mexeram com o futebol brasileiro, assim como teve especulações que deixaram todos surpresos. Dois exemplos são os negócios com os atacantes Ronaldo e Adriano, que se mostraram grandes oportunidades de marketing. Entre as especulações, no ano passado, diziam que o Corinthians queria a contratação do atacante holandês Van Persie. Dessa vez, o portal Uol revelou que o clube paulista está atrás de outra estrela do #Futebol: o atacante da Costa do Marfim Didier Drogba.

De acordo com a publicação, o departamento de marketing do Timão vem negociando há dias com Didier Drogba, que tem passagem marcante pelo Chelsea, da Inglaterra.

Publicidade
Publicidade

Após conversas, o Corinthians enviou nesta quinta-feira, 12, uma proposta oficial para o jogador de 38 anos. O site ainda confirma que Drogba teria achado interessante atuar no Brasil na parte final de sua carreira. A proposta de contrato com o Corinthians seria de um ano.

O Uol também comenta que o atacante marfinense reduziu a pedida salarial, que está dentro da realidade dos clubes brasileiros. Mesmo assim, o Timão contará com a ajuda de patrocinadores para pagar Drogba, caso o atacante aceite a proposta. A parceria com investidores é simples: as empresas podem fazer uso da imagem de Drogba e ganhar com isso, enquanto ajudam o clube paulista com aporte financeiro.

Após a saída de Tite, o marketing do Corinthians precisava de uma figura que pudesse voltar a deixar o time nos holofotes.

Publicidade

Os dirigentes encontraram em Drogba essa possibilidade, unindo o fato de o jogador poder ser importante dentro dos gramados.

Didier Droga atuou no Montreal Impact do Canadá nessa última temporada. O jogador não quis renovar com o clube canadense nessa temporada, deixando em aberto o seu futuro no futebol. Pela Major League Soccer, o jogador ajudou seu time conseguir classificação até as fases finais do torneio. A média de Drogba, aos 38 anos, também impressionou, foram 23 gols em 41 jogos. Ao contrário da sua última temporada na Europa, em 2014, em que marcou apenas sete gols em 40 jogos. #Mercado da bola