A Federação Internacional de Futebol (Fifa) vai indenizar o #Palmeiras, em pouco mais de meio milhão de reais, pela lesão sofrida por seu goleiro Fernando Prass durante a preparação para os Jogos Olímpicos Rio 2016 com a Seleção Brasileira.

Feita pelos advogados do departamento jurídico do clube, a demanda está prevista em determinação da própria entidade que, desde 2012, respeita um programa de proteção a times em que seus jogadores disputam torneios ou partidas reconhecidas pela Federação, uma espécie de seguro caso o atleta se lesione em decorrência das atividades ligadas às competições comandadas pela Fifa.

Uma lesão no cotovelo direito tirou o goleiro palmeirense da disputa dos jogos olímpicos Rio 2016 e de quase todo o segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Publicidade
Publicidade

Em agosto, após deixar a concentração da Seleção Brasileira, Fernando Prass retornou à São Paulo e teve de submeter-se a uma cirurgia que o deixou fora dos gramados até o fim do nacional.

Parte dos mais de meio milhão de reais já foi depositada na conta do Palmeiras, cerca de 107 mil (R$ 360 mil). O saldo restante será transferido ao Verdão ainda neste mês de janeiro.

A indenização tem como base o período em que Prass ficou afastado e seu salário, exceto outros rendimentos provenientes de ganhos de imagem.

Antes de sofrer a lesão, o goleiro do Verdão disputou seu último jogo no dia 17 de julho, pela 15ª rodada do Brasileirão, no Beira Rio, contra o Internacional, partida que terminou com a vitória dos visitantes por 1 a 0.

A volta aconteceu numa espécie de homenagem; foi na penúltima rodada, dia 27 de novembro, no Allianz Parque na partida contra a Chapecoense, dia em que o Palmeiras sagrou-se Campeão Brasileiro de 2016 com a vitória sobre os catarinenses por 1 a 0.

Publicidade

Já recuperado, Fernando Prass deve iniciar a temporada 2017 como titular no gol do Verdão.

Mercado

Contando com o retorno de Prass e a muralha Jailson estando à disposição do técnico Eduardo Baptista, o Palmeiras vem com elenco reforçado na temporada com seis contratações confirmadas mas ainda aguarda por Pratto e Borja para, enfim, definir a equipe como a mais competitiva entre os times brasileiros. #Mercado da bola #PaixãoPorFutebol