Darío Conca é o novo reforço do Flamengo. O clube carioca anunciou a contratação por meio de seu site e nas redes sociais.

O meia argentino estava no Shanghai SIPG, da China. O clube asiático liberou o atleta ao rubro-negro por empréstimo, com contrato válido até o dia 31 de dezembro de 2017. Segundo o #Flamengo, a apresentação de Conca está marcada para o dia 11 de janeiro, no Centro de Treinamento George Helal, em Vargem Grande.

Será a terceira camisa de clube carioca que Conca vestirá em sua carreira. Antes, o argentino esteve no Vasco e no Fluminense, clube este onde o meia foi destaque na conquista do Campeonato Brasileiro de 2010.

Publicidade
Publicidade

Conca chega ao Flamengo com a missão de ajudar a equipe na disputa da Taça Libertadores da América de 2017. O rubro-negro vai começar a competição na fase de grupos, jogando contra San Lorenzo (Argentina), Universidad Católica (Chile) e um representante do estágio preliminar.

Além da disputa continental, o Flamengo terá pela frente o Campeonato Carioca, a Primeira Liga, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.

Carreira

Darío Conca tem 33 anos e é natural de General Pacheco, da Argentina. Na juventude, jogou pelo River Plate e pelo Tigre. Foi chamado de volta ao River em 2002, mas acabou emprestado ao Universidad Católica dois anos depois. Em 2006, foi cedido ao Rosário Central.

Seu primeiro contato com o #Futebol brasileiro foi em 2007, no Vasco da Gama. Ao final da temporada, o jogador chamou a atenção do Fluminense, que conseguiu contratar o argentino.

Publicidade

Com a camisa tricolor, fez parte do elenco vice-campeão da Taça Libertadores de 2008.

No ano de 2009, Conca teve que lidar com a fase difícil do Tricolor das Laranjeiras, que lutava contra o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. A equipe carioca só garantiu a permanência na elite apenas na última rodada.

O ano de 2010 foi o auge para Conca. Ele foi considerado o grande destaque do Tricolor das Laranjeiras na campanha do título do Brasileirão daquele ano. Levou os prêmios de Craque do Brasileirão, da CBF, e a Bola de Ouro, da revista Placar.

Se despediu do Fluminense em meados de 2011, quando passou a jogar pelo Guangzhou Evergrande, da China. O argentino retornou ao Fluminense em 2014, mas voltou para a Ásia no ano seguinte. #Esportes