O atacante #Sheik, que recentemente deixou o Flamengo, declarou que deseja voltar ao Corinthians. Segundo o jogador, que fez a declaração em áudio de um aplicativo de celular, o Timão só será campeão da Libertadores de novo quando ele voltar ao clube. “Sabe quando o #Corinthians vai ser campeão da Libertadores novamente? Quando eu voltar. Só quando eu voltar”, disse. No áudio, é possível ouvir a voz de Andrés Sanchez ao fundo, concordando com Sheik. “Porque eu sou brabo. Se quiser ser campeão, pede para ele (Andrés) assinar meu contrato que eu levo essa Libertadores para vocês”. O detalhe é que o Corinthians não se classificou para a Libertadores 2017.

Publicidade
Publicidade

Sheik está com 38 anos. Ele foi um dos principais jogadores na conquista da Libertadores 2012 pelo Timão. A idade avançada do jogador pode ser um entrave e uma provável volta é difícil.

História do jogador

Apesar de ser conhecido como Emerson Sheik, o nome verdadeiro do jogador é Marcio. Sheik foi revelado pelo São Paulo, onde não teve uma passagem muito boa e logo foi vendido para o futebol japonês. No Japão, Sheik chegou desconhecido, mas logo conquistou seu espaço e se tornou um dos principais jogadores da liga. Atuou por Consadole Sapporo, Kawasaki Frontale e Urawa Red Diamonds.

Em 2005, Sheik foi contratado pelo Al-Sadd, foi lá onde surgiu o apelido de “Sheik”.

Em 2007, Sheik deixou o Al-Sadd rumo ao futebol francês, o jogador foi emprestado ao Rennes. No clube francês, Sheik atuou por apenas 101 minutos e não marcou nenhum gol.

Publicidade

Depois do fraco desempenho na Europa, Sheik retornou ao Al-Sadd, onde jogou por mais um ano. Sheik se desentendeu com o presidente do clube e resolveu rescindir seu contrato.

Em 2009, Sheik chegou ao Flamengo. O jogador ainda era desconhecido no Brasil. Sheik teve boas atuações pelo Rubro-Negro e, durante o Campeonato Brasileiro daquele ano, recebeu uma proposta do Al Ain dos Emirados Árabes e foi vendido. Apesar de ter deixado o clube no meio do campeonato, Sheik é considerado um dos campeões do Brasileirão 2009.

Sheik ficou por apenas um ano no Al Ain, em 2010, foi contratado pelo Fluminense, onde foi campeão brasileiro e um dos principais jogadores da conquista do tricolor.

Em meados de 2011, Sheik acertou sua ida para o Corinthians. Logo no primeiro ano no Timão, conquistou o Campeonato Brasileiro pela terceira vez seguida e em três clubes diferentes. Em 2012, Sheik foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes, se tornando um dos maiores ídolos do Corinthians.

Em 2014, foi emprestado ao Botafogo. No Alvinegro, não deixou boas lembranças, teve seu contrato rescindido em outubro do mesmo ano por divergências com a diretoria.

Já em 2015, foi reintegrado ao Timão, mas logo no meio do ano foi dispensado. Sheik recebeu uma placa de agradecimento pelos serviços prestados ao Corinthians.

Em junho do mesmo ano, acertou o retorno para o Flamengo, onde atuou até o fim de seu contrato, em dezembro de 2016