Nesta segunda-feira (09), a Fifa entregou o prêmio The Best, na Suiça, para o melhor jogador do mundo em 2016. O escolhido, de acordo com a expectativa de muitos, foi o português Cristiano Ronaldo que atua no Real Madrid da Espanha. As pessoas presentes no evento e os que assistiram pela televisão ao redor do mundo, imaginavam ver, na plateia, as estrelas do Real Madrid e do Barcelona, mas isso acabou não acontecendo. Surpreendentemente, Messi e seus companheiros abriram mão de comparecer à solenidade.

No comunicado oficial emitido pelo Barcelona, a razão pela ausência dos seus principais jogadores à premiação estaria ligada ao fato de que estes estavam se preparando para a partida contra o Atlhetic Bilbao, pelas oitavas de final da Copa do Rei, que será realizada na próxima quarta-feira (11).

Publicidade
Publicidade

Esse seria o jogo de volta. No primeiro confronto, o clube catalão perdeu por 2x1.

Porém, o jornal espanhol Sport desmente essa versão. De acordo com a publicação, a razão pela qual as grandes estrelas do Barcelona não compareceram ao The Best está relacionada com desentendimento entre os jogadores e a diretoria do clube catalão. Por essa razão, os jogadores do Barça teriam adiado a viagem a Zurique, local da sede da FIFA, uma hora antes do avião partir para a capital da Suíça.

Conforme o Sport, o principal descontentamento dos jogadores do Barcelona é em relação a falta de apoio do clube para as reivindicações dos atletas junto à Federação Espanhola de Futebol em relação a problemas de arbitragem no Campeonato Espanhol. Os jogadores do clube catalão reclamam que estão sendo prejudicados pelos árbitros, principalmente nas duas últimas partidas contra o Bilbao e o Villarreal.

Publicidade

Os líderes desse movimento no vestiário do time seriam Iniesta, Messi, Busquets e Masquerano, mas a manifestação também conta com o apoio de Luis Suárez e Piqué.

A publicação espanhola informou que os jogadores do Barcelona decidiram, ainda na manhã desta segunda-feira (09), antes do treinamento coletivo, que não iriam comparecer ao The Best e comunicaram a decisão ao técnico Luis Henrique. Num segundo momento, Messi e seus companheiros informaram a direção do clube o que haviam decidido com relação à viagem para a Suíça. A partir disso, coube ao diretor de Esportes do Barcelona, Albert Soler, ligar para o presidente da FIFA, Gianni Infantino, informando que os jogadores do clube não estariam presentes ao evento em Zurique. #The Best FIFA #FC Barcelona #Lionel Messi