Criada em 1969, a #Copa São Paulo de Futebol Júnior, nos seus primeiros anos, tinha como participantes apenas equipes paulistas, mas a partir de 1971, times do Brasil inteiro foram convidados, o que abriu espaço para a revelação de jogadores que fizeram história no futebol brasileiro e mundial.

Dener

Campeão em 1991 pela Portuguesa, Dener chamou atenção pelo seu talento. Depois de subir para o profissional, foi transferido para o Vasco da Gama. No auge da sua carreira, perdeu a vida em um acidente de carro.

Fred

Fred é um artilheiro nato com 341 gols na carreira profissiona. O jogador passou por América-MG, Cruzeiro, Lyon, Fluminese e, agora, está no Atlético-MG.

Publicidade
Publicidade

Casagrande

O "Cazão" surgiu na Copa, em 1980, se destacou e dois anos depois integrava a equipe principal do Corinthians. Também jogou em vários clubes da Europa e do Brasil. Além de seus gols, é lembrado pela luta pela democracia no futebol e no Brasil. Atualmente, é comentarista da Rede Globo.

Gabriel Jesus

Revelação mais recente da #Copinha, apesar de não ter ido muito longe com o Palmeiras na competição, Gabriel chamou a atenção com 5 gols em 6 jogos, e ganhou oportunidade na equipe principal. Ele se tornou o melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2016 e acertou sua transferência para o Manchester City.

Raí

O "Terror do Morumbi" foi revelado em 1985, jogando pelo Botafogo-SP, sendo transferido logo depois para a Ponte Preta. Em 1987, foi para o São Paulo e virou ídolo, até se transferir para o PSG da França, onde o sucesso continuou.

Publicidade

Djalminha

Filho de Djalma Santos, Djalminha surgiu em 1990 pelo Flamengo, foi campeão e destaque daquela edição. Na final, goleou o Corinthians por 7 a 1. Djalminha fez sucesso no Palmeiras e no Deportivo La Coruña.

Cafu

Um dos maiores laterais da historia do futebol brasileiro, o capitão do Penta, Cafu jogou a Copinha em 1988 pelo São Paulo. Quatro anos depois seria bicampeão mundial pelo tricolor paulista. Ainda no Brasil, jogou com sucesso pelo Palmeiras. Ele também foi ídolo no Milan, onde foi campeão europeu e mundial.

Falcão

Falcão foi duas vezes seguidas vice da Copa São Paulo, mas mesmo assim seu talento foi reconhecido e conseguiu uma vaga no time principal do Internacional. No colorado, conquistou o bicampeonato brasileiro, incluindo o histórico invicto de 1979. Em 1981, no Roma da Itália, conquistou o Italiano e ganhou o apelido de "Rei de Roma".

Rogerio Ceni

O mito Rogério Ceni foi campeão em 1993 com o São Paulo e a partir dai começou sua trajetória de sucesso para ser o maior jogador da história do clube e o maior goleiro artilheiro da história do futebol.

Neymar

Neymar jogou a Copa São Paulo em 2009 e confirmou tudo o que se falava dele, como sendo a maior revelação dos últimos anos no futebol brasileiro. O jogador levou o Santos aos títulos do Paulista, da Copa do Brasil e da Libertadores. Transferido para o Barcelona, forma atualmente um trio mortal ao lado de Messi e Suarez. #craque