A diretoria do Palmeiras está preocupada com novos reforços. Já trouxe Hyoran (Chapecoense), Raphael Veiga (Coritiba), Alejandro Guerra (Atlético Nacional), Keno (Santa Cruz) e Felipe Melo (Internazionale). O grande objetivo do ano é conquistar a Copa Libertadores da América e ter a chance de disputar o Mundial de Clubes.

A Crefisa, atual patrocinadora, já assinou uma carta de intenção de renovação de patrocínio que durará até o final de 2018. A empresa já antecipou para os cofres palmeirenses cerca de R$ 23 milhões. O contrato deve ser de R$ 100 milhões anuais, podendo chegar até em um valor maior no próximo ano.

Comprado em definitivo!

A outra preocupação da diretoria era manter o atual elenco.

Publicidade
Publicidade

Alguns atletas saíram e foram negociados. Leandro Pereira, por exemplo, vai defender o Sport durante o ano. Fabrício voltou para o Cruzeiro, enquanto Willian 'Bigode' e Fabiano vão vestir a camisa palmeirense.

Sem alarde, o clube comprou os outros 50% do atacante Dudu por 3 milhões de euros. Ao todo Dudu custou 6 milhões de euros. Ele chegou em 2015 após estar praticamente fechado com o Corinthians. Alexandre Mattos, executivo de futebol, apontou o planejamento do clube e mostrou o futuro que o #Palmeiras deveria trilhar nos próximos anos. Desde então o jogador já participou de dois títulos importantíssimos: a Copa do Brasil de 2015 e o Eneacampeonato Brasileiro de Futebol em 2016. Com Cuca, Dudu virou capitão e deve continuar com o posto.

Lucas Pratto

O atacante argentino ainda é o alvo do Palmeiras.

Publicidade

O único problema é a alta pedida do Atlético Mineiro. Salários e luvas já foram conversados com o atleta, que não viu problemas em aceitar. O time mineiro tem proposta na mesa e deve responder até a próxima semana. Dirigentes do Atlético estão aguardando alguma proposta do exterior e especialmente da China, onde os valores geralmente são exorbitantes e fora da realidade.

Alexandre Mattos vai aguardar até a data estipulada. Se não houver resposta, o Palmeiras deve mirar em outro nome, ainda desconhecido. #Mercado da bola #FutebolBrasileiro