Na noite deste domingo (15), durante o programa Mesa Redonda, exibido pela TV Gazeta, o auxiliar técnico Milton Cruz declarou que pode trabalhar com o técnico do Palmeiras, Eduardo Baptista, nesta temporada.

Demitido recentemente do São Paulo por Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, com quem não tem relacionamento amistoso, Cruz afirmou que está preparado para retornar ao trabalho em uma equipe de ponta e aplicar sua experiência de 22 anos de serviços prestados ao tricolor na nova casa.

Alegando que sua longa história no São Paulo ficou para trás e não é impeditivo para que ele trabalhe em um clube rival, Milton Cruz afirmou que a sondagem do Verdão aconteceu de forma direta e através de conversas com pessoas ligadas ao Campeão Brasileiro 2016.

Publicidade
Publicidade

Ainda segundo o profissional, sua contratação seria motivo de honra para ele. Para o #Palmeiras, preencheria a lacuna deixada por Alberto Valentim, auxiliar palmeirense que pediu demissão por falta de oportunidades no time profissional após a confirmação da saída do técnico Cuca.

Há poucas semanas, correu a notícia de que Rogério Ceni, técnico e ídolo do tricolor, teria feito um convite para que Milton Cruz retornasse ao CCT da Barra Funda para ser o seu auxiliar e seu retorno não aconteceu em virtude da reprovação por parte da diretoria são-paulina. Entretanto, Ceni e Leco desmentiram a informação de que o ex-goleiro tenha solicitado a volta do ex-auxiliar técnico ao time do Morumbi.

Tendo participado de um treinamento especial promovido pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no fim do ano passado, Cruz diz que o Brasil terá jovens e excelentes técnicos pelos próximos anos, como o próprio ídolo são-paulino, chamado pela torcida tricolor por "M1to".

Publicidade

No Palmeiras, nada de especulações. Como sempre, a diretoria de futebol alviverde guarda suas negociações sobre o mercado da bola e nega, por muitas vezes, quaisquer interesses em atletas ou profissionais até que os acertos estejam, veementemente, sacramentados entre as partes. #Mercado da bola #PaixãoPorFutebol