Desde dezembro do ano de 2013, quando Michael Schumacher sofreu um grave acidente na França esquiando, ele tem sido mantido longe dos canais de comunicação por escolha da sua família. Durante todo esse período, poucas informações circulam sobre o heptacampeão de #Fórmula 1 na mídia. Porém, há pessoas próximas a #Schumacher que apoiam a divulgação de notícias sobre os fatos e o real estado dele. Uma dessas pessoas é Willi Weber.

Willi Weber é alemão e era o antigo empresário de Michael Schumacher. Atualmente, ele é empresário e muito conhecido por agenciar pilotos do seu país. O germânico Willi Weber afirma que a família não conta toda a verdade sobre Schumacher.

Entrevista

Em entrevista concedida a revista alemã Bunte, parcialmente divulgada na data de 11 de janeiro de 2017, o antigo empresário do #Piloto cobrou da família de Schumacher informações sobre o verdadeiro estado de saúde do heptacampeão.

Publicidade
Publicidade

Willi Weber agenciou Michael Schumacher até o ano de 2012, ele também representou o irmão de Michael, Ralf, até o ano de 2005, e o atual piloto da Renault Nico Hulkenberg, até 2011. Segundo o empresário, ele está sem receber notícias alguma do ex-piloto, sendo descartado pela família de Schumacher e até tratado como um estranho por alguns familiares. Porém, diz torcer pela saúde e melhora do heptacampeão. "A esperança é a última que morre", disse Willi Weber.

Durante a entrevista, Willi também disse que quando está em casa distraído pensando em muitas coisas ao mesmo tempo, e o telefone toca, pensa por alguns instantes que poderia ser Michael ligando. Willi Weber também acrescenta que discorda com a frase de Sabine Khem, na qual menciona que a saúde e o estado de Michael Schumacher não é assunto público que deve ser espalhado pela mídia.

Publicidade

Willi Weber acredita que está na hora de contar toda a verdade sobre estado de saúde do ex-piloto. Em respeito e gratidão aos fãs de Michael Schumacher e a todas as pessoas que sempre acompanharam e torceram por ele durante a sua história e trajetória como heptacampeão da F1. Ele finaliza dizendo que "está lutando há algum tempo para que a família de Schumacher conte toda a verdade", mas que ninguém ouve o seu conselho.