A rodada foi quase perfeita para o Arsenal. Exceção feita ao líder Chelsea, todos os times que ocupavam as primeiras posições na tabela perderam pontos, o que fez os Gunners subirem da quarta para a vice-liderança da #premier league, que foi alcançada após a difícil vitória sobre o Burnely, neste domingo (22), no Emirates. A partida foi marcada por um final muito intenso, com direito a duas penalidades e polêmica.

Não querendo dar o mesmo vacilo que seus concorrentes, o #Arsenal criou sua primeira grande chance aos 13 minutos, com um chute de Ozil que obrigou o goleiro adversário a espalmar para escanteio. A resposta dos visitantes veio dois minutos mais tarde e aí foi a vez de Cech mandar para a linha de fundo o arremate de Barnes.

Publicidade
Publicidade

Outra grande chance de Ozil veio aos 21 minutos e mais uma vez Heaton vai buscar, mandando para escanteio. Aos 22’ Ozil voltou a levar perigo ao gol do Burnley. Pouco depois, Cech voltou a trabalhar em mais um chute de Barnes. Ozil finalmente conseguiu balançar as redes aos 26 minutos, mas a jogada já havida parado por impedimento. Antes do intervalo, cada time teve pelo menos mais uma grande chance.

No segundo tempo, o Arsenal foi só pressão, mas a bola insistia em não entrar, até que aos 14 minutos, após escanteio batido por Ozil, Mustafi cabeceia para anotar seu primeiro gol com a camisa dos Gunners.

Mesmo após o gol, o Arsenal manteve amplo domínio, tendo 73% de posse de bola, mas as coisas começaram a se complicar aos 26 minutos, quando Xhaka deu carrinho forte no adversário e foi expulso.

Publicidade

Com um a mais, o Burnley passou a dar mais trabalho para a defesa do time londrino.

Com as paradas para atendimento médico, o árbitro deu sete minutos de acréscimos. E esse tempo valeu por um jogo. Aos 47’, Coquelin derrubou Barnes na área e o juiz marcou pênalti. Grey enfiou um canudo no meio do gol e empatou. Mas ainda tinha jogo. E muito.

Sem querer desperdiçar dois pontos em casa, o Arsenal mandou o time todo para ataque. Aos 51’ Mee chutou o rosto de Koscielny e o juiz anotou outro pênalti. Não houve dúvidas de que a falta foi clara, porém, no momento do lançamento o jogador o Arsenal estava impedido. Sanchez, que não tinha nada com a história, deu uma cavadinha no meio do gol para desempatar e levar o Emirates à loucura.

Com a vitória, o Arsenal assumiu a vice-liderança com 47 pontos, oito a menos que o líder Chelsea. Pela Premier League, o time volta a jogar no dia 31, em casa, contra o Watford. Este será o último jogo antes do clássico contra o Chelsea, marcado para 4 de fevereiro.

Publicidade

Antes, os Gunners encaram o Southampton, dia 28, fora de casa, pela Copa da Inglaterra.

Escalações

Arsenal: Petr Cech; Gabriel Paulista, Laurent Koscielny, Shkodran Mustafi e Nacho Moreal; Aaron Ramsey, Granit Xhaka e Mesut Ozil (HéctorBellerin); Alexis Sánchez, Olivier Giroud (Danny Welbeck) e Alex Iwobi (Francis Coquelin).

Burnley: Tom Heaton; Matthew Lowton, Michael Keane, Stephen Ward e Bem Mee; Steven Defour (Sam Vokes), Dean Marney (James Tarkowski) e George Boyd; Jeff Hendrick (Joey Barton), Ashely Barnes e Andre Gray. #Futebol Internacional