Em entrevista coletiva, logo após ter vencido a Flórida Cup, questionado se já teria em sua cabeça o time titular do São Paulo para o início da temporada, Rogério Ceni afirmou: "Ainda tenho uma ou duas dúvidas". Embora o treinador não tenha revelado quais seriam as dúvidas, desvendá-las não é uma tarefa difícil. Isto porque, após os treinos e jogos de pré-temporada, Ceni deixou um esboço dos jogadores a quem deve confiar a condição de titular do seu time neste início de temporada, em seu esquema preferido, o 3-4-3.

Em final de pré-temporada, Rogério já tem na cabeça uma lista de jogadores considerados incontestáveis: Rodrigo Caio e Maicon, pilares desde o ano passado; Thiago Mendes, Cueva e Buffarini, titulares absolutos no meio; e Wellington Nem, um dos maiores destaque da pré-temporada.

Publicidade
Publicidade

Embora o técnico ainda não admita, Sidão também deverá iniciar o ano como titular do time. O goleiro brilhou na Flórida Cup e Dênis está negativado com o torcedor pelas falhas cometidas em 2016. Além das peças fundamentais citadas, Breno, mesmo ainda sem ritmo, e Bruno, embora ainda tenha que provar mais, são as melhores opções do momento em suas funções e também deverão ser escolhidos pelo treinador.

As dúvidas de Ceni

Dos jogadores que terminaram o torneio na Flórida como titulares, sobram as tais duas dúvidas de #Rogério Ceni. São eles: Chaves, que, usado como centroavante, não convence, e Luiz Araújo, atacante de lado que também não agradou porque, assim como o companheiro argentino, peca excessivamente nas finalizações.

Sem ainda ter um camisa 9 de peso, o treinador terá que decidir entre Chaves e Gilberto para a vaga de centroavante.

Publicidade

Outra opção seria improvisar jogadores como "falsos 9" ou ainda rever a decisão de emprestar Pedro Bortoluzo, apostando no garoto promovido da base no ano passado. Entretanto, enquanto o São Paulo não contrata o tão sonhado matador, a tendência é que Gilberto possa aparecer como titular neste início. Nem tanto por merecimento, mas porque Chaves vem atuando como titular desde o ano passado e tem sido muito irregular. Gilberto pode ter a oportunidade de mostrar que é capaz de fazer diferente.

Por outro lado, para a vaga de Luiz Araújo, segunda dúvida de Rogério, existem várias soluções possíveis. O treinador tem inúmeras opções que podem atuar no lado do ataque. Neres, Araújo, Neílton, e até Shaylon ou Chaves podem atuar por ali. Mas a solução mais óbvia neste início de temporada, com o elenco que Rogério Ceni terá em mãos, é Cícero, que chegou a pedido de Rogério para ser titular do time. É natural que ocupe a vaga de Luiz Araújo. Neste caso, o treinador colocaria Cícero no meio e deslocaria Cueva para o ataque, aberto pelo lado esquerdo.

Publicidade

O peruano sabe jogar na posição.

Dessa maneira, temos, então, a escalação mais provável do São Paulo para o início da temporada: Breno, Maicon e Rodrigo Caio; Bruno, Buffarini, Thiago Mendes e Cícero; Wellington Nem, Cueva e Gilberto (Chaves).

Com o retorno de Lyanco e Neres do Sulamericano Sub-20, é provável que aconteçam brigas mais intensas e interessantes por posições. Além deles, Rogério Ceni ainda aguarda a chegada de um primeiro volante e um centroavante para fechar o elenco.

Para ajudá-lo a se decidir sobre as dúvidas, antes de estrear no Campeonato Paulista, Ceni ainda terá uma última oportunidade de ver o comportamento do seu plantel em campo. O São Paulo enfrentará neste domingo, 29, o time americano Columbus Crew, em jogo treino que será realizado no CFA de Cotia.

Mas e você, torcedor, no lugar de Rogério Ceni, como gostaria de ver o São Paulo escalado nesta temporada? Deixe as suas sugestões e apostas nos comentários. #Futebol #São Paulo FC