Nos últimos dias, diversas notícias foram veiculadas dando conta que o atacante Calleri estaria retornando ao São Paulo, depois de passagem no primeiro semestre do ano passado.

Nesta quarta-feira (4), o retorno do jogador ganhou novos contornos com a informação dada pelo repórter João Barreto, da Rádio Bradesco Esportes FM. Pelo Twitter, o jornalista afirmou que o São Paulo e Calleri já acertaram os salários e o empréstimo por um ano. O empecilho é o West Ham, atual clube do centroavante argentino.

O jornalista afirmou ter recebido a informação de dentro do clube e estava tentando contato com a diretoria.

Publicidade
Publicidade

O repórter João Barreto deixou claro em suas postagens no Twitter que houve a negociação de salário entre #São Paulo e os representantes do jogador, mas garantiu que nada foi assinado até o momento.

#Calleri pertence ao Deportivo Maldonado, do Uruguai, clube que adquiriu os direitos do jogador em 2016. Além do interesse do Tricolor, o atacante é disputado por Besiktas, da Turquia, Genoa, da Itália, e Las Palmas, da Espanha.

O repórter da Bradesco Esportes FM afirmou ter conversado com o pai do jogador pelo whatsApp.

Publicidade

Opções

O São Paulo deve estrear na temporada de 2017 com Chavez como atacante titular da equipe treinada por Rogério Ceni. Calleri, que jogou pelo clube no primeiro semestre do ano passado, agrada por ser um atacante jovem e fazedor de gols. Por conta da qualidade, o argentino caiu nas graças da torcida são-paulina.

Ele e seu staff costumam dizer que no Brasil Calleri só defenderia as cores do São Paulo. Jogadores de países sul-americanos – exceção feita ao Brasil – costumam cumprir quando fazem este tipo de promessa.

O jogador

Jonathan Calleri, de 23 anos, foi revelado pelo All Boys, da Argentina, em 2012. Por lá ficou dois anos antes de se transferir para o seu clube de coração, o Boca Juniors, que defendeu entre 2014 e 2015.

No ano passado, o jogador foi comprado pelo Deportivo Maldonado, do Uruguai, e emprestado ao São Paulo, no primeiro semestre, e ao West Ham desde o meio do ano.

Publicidade

#Mercado da Bola 2017