O torcedor do #Fluminense teve, além das apresentações oficiais dos equatorianos Jefferson Orejuela e Junior Sornoza, outras duas boas notícias na manhã desta quarta. Em entrevista ocorrida no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, após se encontrar com os 20 jogadores que regressaram do período de férias, o presidente do clube carioca, Pedro Abad, dentre vários assuntos, revelou que os anúncios dos novos fornecedor de material esportivo e, principalmente, patrocinador master estão muito perto de acontecer.

"As tratativas (fornecedor) estão avançadas. Estamos avaliando diversos fatores para que a distribuição, principalmente, seja melhor parao torcedor e para o clube.

Publicidade
Publicidade

É uma escolha que tem que ser feita com cuidado para que não se repitam os problemas. No que tange No que tange ao patrocínio master, estamosainda mais adiantados e esperamos anunciar o mais rápido possível", resumiu o mandatário.

O patrocínio é uma busca desde o final de 2014, ano do fim da parceria de quase duas décadas com a empresa médica Unimed. Naquele período, o então presidente Peter Siemsen acertou um vínculo com a Viton 44, do ramos de bebidas, especialmente refrigerantes naturais. No entanto, tal iniciativa não obteve o sucesso que se esperava e, no início de 2016, houve uma rescisão amigável do compromisso firmado anteriormente. O banco estatal Caixa Econômica Federal, além da TCL e Huawei, empresas asiáticas ligadas à telefonia, surgem como favoritas a estamparem suas marcas nas camisas do futebol profissional do Fluminense

Já em relação ao fornecedor de material esportivo, o Flu, também no primeiro semestre do ano passado, trocou a Adidas, grupo alemão que vestia o clube desde os anos 90, pela canadense Dryworld, mas, assim como ocorreu com a Viton 44, atravessa sérios problemas, especialmente no aspecto financeiro.

Publicidade

A empresa do continente norte-americano não paga o Tricolor há oito meses, erando uma dívida de mais de R$ 11 milhões.

Na segunda que vem, novamente às 9h (de Brasília), também no CT Pedro Antônio, acontece a reapresentação dos demais atletas do Fluminense, dentre eles, o atacante Lucas Fernandes, uma vez que o Atlético-PR, equipe pela qual atuou, por empréstimo, na última temporada, não exerceu o pagamento de R$ 1,5 milhão para adquiri-lo em definitivo. O Tricolor inicia a temporada de 2017 no próximo dia 24 de janeiro, encarando, a partir das 20h (de Brasília), em local indefinido, o Criciúma, pela abertura da segunda edição da Copa da Primeira Liga. #PaixãoPorFutebol #Mercado da bola