De acordo com o site Sphera Sports da Espanha, Didier Drogba e o #Corinthians chegaram a um acordo e o jogador atuará no time paulista em 2017. Ainda não existem maiores informações a respeito de valores e duração do contrato, mas os espanhóis do Sphera dão a negociação como concretizada.

Curiosamente, se a informação for confirmada, o acerto ocorre após a própria direção corintiana ter manifestado publicamente seu desanimo com o rumo das negociações. #Roberto de Andrade chegou a declarar nesta sexta-feira (20) que a contratação de Drogba era difícil e que o mais complicado estava sendo convencer o marfinense a sair da Europa e viver no Brasil.

Publicidade
Publicidade

O Corinthians ofereceu um salário em torno de 5 milhões de reais por ano para #Didier Drogba. Os empresário do atleta consideraram a proposta interessante, mas priorizavam a inclusão de Drogba num clube europeu. Em função das dificuldades e incertezas de conseguir fechar a contratação do marfinense o Corinthians começou a sondar outras alternativas e chegou ao nome de Jadson que estava atuando no futebol chinês. O meia tem interesse em jogar no Brasil.

Para jogar no alvinegro paulista Jadson pediu 10 milhões de reais à título de luvas por um contrato de três anos. A diretoria do Timão considerou os valores exageradores e fora da realidade do mercado brasileiro para um jogador de 33 anos. Roberto de Andrade entende que essa primeira proposta do Jadson se deve ao fato de que o jogador está há muito tempo fora do Brasil e um tanto desatualizado da situação financeira do Brasil.

Publicidade

O Corinthians enviou uma segunda proposta para o meia com valores que pode pagar e agora espera uma resposta dos representantes do jogador.

Já com relação a Drogba, o atleta tem 38 anos e a última vez que jogou foi pela Liga Canadense em novembro do ano passado. O jogador se consagrou no Chelsea da Inglaterra onde entre 2004 e 2012 marcou 164 gols em 341 partidas. Até hoje a torcida do clube inglês sonha em encontrar um jogador para substituir a altura Didier Drogba.