Não é de hoje que a novela entre o #Vasco da Gama e Luís Fabiano apresenta capítulos dramáticos, mas ao que parece, tudo se encaminha para um final feliz. Após demonstrar interesse em se desligar do Tianjin Quanjian, clube chinês em que jogou na última temporada, Vasco e Ponte Preta demonstraram interesse em contar com o atacante de 36 anos, que teve passagens marcantes no Brasil jogando com a camisa do São Paulo.

A negociação a princípio era tratada com certo cuidado pela equipe carioca, levando-se em conta que o clube subiu recentemente para a Série A e passa por uma grande reestruturação econômica, mas o jogador nunca escondeu dos amigos próximos a vontade de voltar ao Brasil, e após as goleadas para Corinthians e Fluminense, o presidente do clube, Eurico Miranda, se viu forçado a buscar reforços de renome para assim acalmar a torcida, que já vinha protestando desde o final de 2016, durante o turbulento final de Série B que o clube apresentou.

Publicidade
Publicidade

O acesso veio de forma dramática na última rodada, numa partida difícil contra o Ceará diante de um Maracanã lotado.

A Ponte Preta, tradicional clube de Campinas, também resolveu entrar na briga, mas ao que parece o destino do atacante será realmente o time de São Januário. O Fabuloso fez sua estreia profissional jogando pela Macaca, e permaneceu no time campineiro entre os anos de 1998 e 2000. Luís Fabiano já havia afirmado há muito tempo que tinha o desejo de encerrar a carreira defendendo a Ponte Preta.

Ainda assim, o destino do atacante segue incerto, mesmo que diversos jornalistas cravem com certeza que ele jogará no Vasco da Gama durante esta temporada, novidades podem aparecer nas próximas horas, e ambas as torcidas seguem na expectativa. Para a torcida do Vasco, seria um alento após os últimos meses que foram de muito sofrimento, em que os atacantes contratados não convenceram.

Publicidade

Os últimos reforços e as duas vitórias contra o Bangu e o Resende deram esperança, para uma torcida que simplesmente quer voltar a ser bem feliz. #Mercado da bola