O torcedor palmeirense não precisa ficar preocupado, pelo menos por enquanto. Alguns membros da diretoria já viajaram para a Espanha para se encontrar com pessoas ligadas ao Barcelona e conversar sobre uma futura transferência para o time catalão. Mina tem seu contrato até 2021 e uma cláusula no seu contrato dá preferência ao clube espanhol.

Estão representando o #Palmeiras o diretor de futebol Alexandre Mattos e o presidente Maurício Galiotte. O clube brasileiro já havia recebido sondagens no fim do ano, inclusive do Manchester City, clube do Gabriel Jesus. Depois da boa campanha pelo Campeonato Brasileiro, o zagueiro começou a chamar mais atenção dos clubes europeus.

Publicidade
Publicidade

Mas o que conta muito também nessa negociação é a boa relação que as duas diretorias tem. Os representantes foram convidados pelo clube catalão a viajar para Espanha, com intuito de estreitar ainda mais os laços entre as duas instituições, sendo conduzida pelo próprio Galiotte, não apenas para resolver a situação do Mina.

Essa cláusula só foi feita na chegada do camisa 26 ao clube brasileiro, porque souberam de um interesse do clube catalão quando ainda era jogador do Santa Fé, da Colômbia. E os espanhóis queriam o jogador para emprestá-lo, já que não teria chance dentro do elenco, mesmo que a temporada 2016-#2017 do clube catalão não seja tão boa, quanto as anteriores.

No Palmeiras, nos seus bastidores, há uma confiança enorme para que o zagueiro colombiano fique, pelo menos, até o fim dessa temporada.

Publicidade

Mina foi contratado no meio do ano passado e já conseguiu ser titular da equipe, mesmo tendo pouco tempo de adaptação.

Nos últimos dias o zagueiro ganhou um aumento salarial da diretoria, acumulou já 15 partidas e quatro gols marcados pelo alviverde, todos ainda em 2016. Já em 2017, o colombiano ainda não estreou no time de Eduardo Baptista, pois estava trabalhando para recuperar o condicionamento físico.

A próxima partida do Palmeiras será pelo Campeonato Paulista, contra o São Bernardo, no Allianz Parque, amanhã. #Notícias