O "caso Victor" ganha mais um capítulo. Para diminuir a dívida que tem com o Grêmio, o Atlético-MG ofereceu o meia-atacante Maicosuel. O jogador não cobriria o valor total que está sendo cobrado, que é de R$ 10,5 milhões. Se o clube gaúcho aceitasse a oferta, o restante do montante seria parcelado.

Em um primeiro momento, o Tricolor gaúcho não aceitou Maicosuel para amenizar a dívida. O clube não estaria procurando um atleta com as características do meia-atacante do Galo. No elenco, o Grêmio já contaria com Everton, Pedro Rocha e Fernandinho. Por enquanto, é isso que o clube do Rio Grande do Sul utiliza como justificativa para recusar a proposta.

Publicidade
Publicidade

O Grêmio espera recuperar o dinheiro por meio da justiça, pegando para si parte do dinheiro da venda do atacante Lucas Pratto para o São Paulo. O clube gaúcho já tentou o bloqueio da primeira parcela da transferência, no entanto, o Atlético-MG já havia recebido o dinheiro. Agora, o Tricolor busca bloquear as duas próximas parcelas, que devem ser pagas em abril e junho pelo São Paulo.

No #Mercado da bola, o Grêmio segue em busca de um zagueiro e de um meia, para substituir o meia Douglas, que rompeu os ligamentos do joelho, e ficará seis meses afastado.

O caso Victor

Em 2012, o Grêmio vendeu o goleiro Victor para o Atlético-MG. Assim como outras negociações entre clubes brasileiros, o Galo não pagou o valor combinado para o clube gaúcho. Em busca do dinheiro, cinco anos depois, o Grêmio começou a minar o time mineiro com ações na justiça.

Publicidade

Após tentar bloquear a primeira parcela do pagamento do São Paulo por Lucas Pratto, recentemente o Tricolor revelou que pode pedir sanção para contratações do Atlético-MG. Em outras palavras, o Galo não poderia fazer mais transferências caso fosse julgado.

Para se defender, o clube mineiro informou que o Grêmio deve valores pelo zagueiro Werley, envolvido na transferência de Victor para o Atlético-MG. O clube gaúcho prontamente respondeu, afirmando que não recebeu compensação financeiro pelos empréstimos de Werley ao Figueirense e ao Coritiba. #Atletico-MG #Polêmica