Os jogos do #atlético-pr na #Libertadores estão fazendo os torcedores terem muitos testes para cardíaco. E ontem mais uma vez não foi fácil e com muito sufoco. O clube brasileiro foi até o Paraguai enfrentar o Deportivo Capiatá para buscar uma vitória simples para avançar para a fase de grupos. Conseguiu.

O primeiro tempo foi bem agitado e com muitos ataques dos dois lados. O Furacão entrou com uma modificação em relação ao time que entrou no jogo de ida. Felipe Gedoz deu lugar a Carlos Alberto. Logo nos primeiros minutos, o rubro-negro partiu pra cima, foi buscar o resultado e não demorou muito para abrir o placar. Em cobrança de escanteio de Nikão, Paulo André desviou e Lucho González empurrou para o gol, que, por enquanto, estava garantindo a classificação.

Publicidade
Publicidade

A partir daí os paraguaios começaram a pressionar e chegar com facilidade no gol de Weverton, finalizando seis vezes, mesmo com uma marcação bem aplicada dos brasileiros. Fim do primeiro tempo e o Furacão garantiu a vantagem para o vestiário.

Depois de sofrer pressão no fim da primeira etapa, o Atlético-PR voltou melhor e equilibrou a partida. E quase ampliou com o autor do primeiro gol, que chutou da entrada da área e por pouco não fez o 2 a 0. Precisando empatar a partida, o Capiatá voltou a partir pra cima e retomou o controle. Autuori já havia perdido Grafite, que havia sentido, e Luis Henrique entrou no seu lugar, colocou Wanderson e Felipe Gedoz nas vagas de Lucho e Carlos Alberto, respectivamente. Porém, chamou mais os paraguaios e começou o ataque contra defesa. Até o fim da partida foi desse jeito, muita pressão, mas a zaga e Weverton conseguiram suportar e garantir a classificação.

Publicidade

Ainda nos minutos finais deu tempo para os brasileiros perderem grandes chances de ampliar mais o resultado.

Um ponto negativo dessa partida ficou por conta do torcedor paraguaio, que chegou a jogar objetos no clube brasileiro, além de ter ato racista contra o meia Carlos Alberto. Mais uma vez esse tipo de caso toma conta de uma grande partida.

Com a classificação, o Atlético-PR entrou no grupo 4 da Libertadores, com San Lorenzo da Argentina, Universidad Católica do Chile e Flamengo. A estreia será contra a equipe chilena, dia 7 de março, numa terça-feira.

#Resenha Esportiva