Em jogo muito intenso, o #Real Madrid chegou a estar perdendo por 2 a 0, mas conseguiu a virada contra o Villarreal no Estádio de la Cerámica e segue líder do Campeonato Espanhol 2016-2017. A equipe de Cristiano Ronaldo tem 55 pontos, um na frente do vice-líder Barcelona e três na frente do Sevilla, terceiro colocado. Os Merengues têm um jogo a menos, válido pela 21ª rodada contra o Celta de Vigo fora de casa.

O segundo gol dos Galáticos veio em um pênalti inexistente convertido por #Cristiano Ronaldo e assinalado após toque de mão involuntário de Bruno. Para os visitantes, também balançaram as redes Bale e Morata, enquanto Trigueros e Bakambu marcaram para os donos da casa.

Publicidade
Publicidade

No primeiro tempo, equipes revezaram posse de bola e Castillejo era perigoso

Na primeira etapa, as equipes se alternaram no controle da posse de bola. No lado dos anfitriões, as ações ofensivas vinham pela direita, com o habilidoso meio-campo Castillejo. No lado dos visitantes, as principais jogadas eram construídas pela esquerda com o lateral Marcelo.

Aos 24 minutos, o primeiro lance perigoso, após cruzamento de Marcelo, Benzema cabeceou e Asenjo fez grande defesa. Quatro minutos depois, resposta do Villarreal, Castillejo desceu rápido pela direita, conseguiu um drible desconcertante em Sérgio Ramos, cruzou, Pepe tirou da área e na sobra Jonathan dos Santos chutou para fora. Era momento de pressão do time amarelo, um minuto depois Castillejo tocou para fora após cruzamento da esquerda de Jaume Costa.

Publicidade

Aos 32 minutos o goleiro do Villarreal, Asenjo, sentiu uma lesão no joelho esquerdo e foi substituído por Fernández.

Zidane acerta nas substituições e juiz assinala pênalti inexistente

No segundo tempo, os donos da casa começaram arrasadores e logo aos quatro minutos marcaram o primeiro gol: após cruzamento pela esquerda, Castillejo ajeitou de cabeça e Trigueros mandou para as redes. Aos 10, Bakambu fez o segundo: após receber passe de Bruno, ficou cara a cara com o goleiro Navas e tocou para o gol.

O técnico Zidane percebeu que sua equipe estava desnorteada e fez uma substituição que mudou o jogo: aos 12 minutos saiu Casemiro e entrou o meio-campo Isco. A jovem revelação do futebol espanhol deu ânimo para os Merengues, que aos 15 minutos acertaram a trave adversária com chute de Cristiano Ronaldo aproveitando cruzamento da esquerda. Três minutos depois veio o primeiro gol, Isco tocou na direita para Carvajal que cruzou na cabeça de Bale e a bola foi para as redes.

Aos 26 minutos, o lance mais polêmico da partida, Kroos chutou de fora da área, a bola desviou e pegou involuntariamente no braço de Bruno e o juiz assinalou pênalti.

Publicidade

A marcação gerou muita reclamação dos jogadores e comissão técnica do Villarreal, o que resultou na expulsão do técnico Fran Escribá e cartão amarelo para Roberto Soldado, que estava no banco. Cristiano Ronaldo converteu a penalidade e empatou.

Aos 32, outra substituição de Zidane que também iria mudar a história do jogo, Morata no lugar de Benzema. Seis minutos depois, Isco roubou a bola de Castillejo, a jogada chegou em Marcelo que cruzou e o atacante espanhol que acabara de entrar marcou o terceiro. Depois de sofrer a virada, o Villarreal não teve mais forças para se reerguer e não levou mais perigo ao adversário.

Na próxima rodada, 25ª, as duas equipes jogam na quarta-feira, 1 de março. O Real Madrid enfrenta o Las Palmas no Santiago Bernabéu enquanto o Villarreal encara o Osasuna no Reyno de Navarra.

Villarreal: Asenjo (Andrés Fernández), Mario Gaspar, Musacchio, Víctor Ruiz, Jaume Costa, Trigueros (Rodrigo Hernández), Bruno Soriano, Jonathan dos Santos, Castillejo, Adrián Lopéz (Cheryshev) e Bakambu.Técnico: Fran Escribá.

Real Madrid: Keylor Navas, Carvajal, Pepe, Sergio Ramos, Marcelo, Casemiro (Isco), Kroos, Modric, Gareth Bale (Lucas Vázquez), Cristiano Ronaldo e Benzema (Morata). Técnico: Zinedine Zidane. #Campeonato Espanhol