O mercado europeu de transferências entrou nas suas horas finais. O prazo das principais janelas é entre o dia 31 de janeiro e 1° de fevereiro. Os momentos são de tensão para os clubes brasileiros, que podem acabar perdendo jogadores de uma última hora. Felizmente, nessa janela, os times do Velho Continente decidiram deixar um pouco de lado o mercado brasileiro e pouco afetaram os elencos nacionais.

Até o momento, o clube que mais perdeu jogadores nessas horas finais foi o Grêmio. Primeiro, ainda no domingo, 30, o clube gaúcho vendeu o volante Walace, campeão olímpico e da Seleção Brasileira, para o Hamburgo da Alemanha por R$ 33 milhões.

Publicidade
Publicidade

Já na terça-feira, 31, o tricolor perdeu o jovem atacante Batista para o Tondela, de Portugal. O clube português acertou um empréstimo de 18 meses com o centroavante de 21 anos.

Em questão financeira, o clube que melhor se deu bem foi o São Paulo. O tricolor paulista negociou a joia David Neres por R$ 50 milhões com o Ajax da Holanda. O atacante de 19 anos está na Seleção sub-20 e seria opção de Rogério Ceni no time principal. O clube paulista quase perdeu também o zagueiro Lyanco, de 19 anos. A Juventus, da Itália, ofereceu mais de R$ 20 milhões para ter o jogador, mas o São Paulo recusou.

Se quisesse, o tricolor paulista poderia ter grande lucro na janela. O Lille, da França, ofereceu cerca de R$ 22 milhões para ter o atacante Luiz Araújo, também revelado na base são-paulina.

Outro clube que perdeu uma jovem promessa para a Europa foi o Avaí.

Publicidade

O zagueiro Gabriel, de 19 anos, foi vendido para o Lille, da França. Os números das negociações não foram revelados.

Com essas poucas saídas, o saldo foi positivo para os clubes brasileiros. Destaques ficaram no país, como é o caso do zagueiro Pedro Geromel e do atacante Luan, do Grêmio, do trio Zeca, Thiago Maia e Lucas Lima do Santos e da dupla Gustavo Scarpa e Richarlison, do Fluminense.

Para contratações, os clubes brasileiros não precisam se preocupar com esse prazo. Os times tem até o dia 4 de abril para contratar jogadores de qualquer país, já que é o dia que fecha a janela de transferências nacional. #FutebolBrasileiro #Futebol #Mercado da bola