A apreensão tomou conta do #Grêmio assim que #Douglas foi ao chão no treinamento da última quarta-feira. Após uma dividida com o jovem meia Tilica, o camisa 10 gremista gritou de dor e teve que sair carregado do gramado. Na sequência, ficou constatada uma ruptura do ligamento cruzado do joelho esquerdo, o que o deixará por no mínimo seis meses longe dos gramados.

Douglas era o principal articulador do Grêmio deste a temporada de 2015, quando o ex-técnico gremista Roger Machado montou um esquema de jogo a partir do seu principal meia. Renato Gaúcho, ao chegar, manteve a estrutura e também contou com Douglas como arma para a criação de jogadas.

Publicidade
Publicidade

Assim, sagrou-se campeão da Copa do Brasil da temporada passada.

Na primeira partida sem o camisa 10, Renato montou o Grêmio com o equatoriano Miller Bolaños em uma função mais recuada. O duelo foi neste domingo, contra o Passo Fundo, na Arena, pelo Gauchão. Posse de bola não faltou aos mandantes durante todo o jogo, mas como o próprio técnico admitiu na coletiva, faltou "criar mais".

"Mandamos no jogo, tivemos mais de 70% de posse de bola, mas foi pouco, criamos pouco. Nós acabamos dando bem pouco trabalho ao goleiro deles. Tudo bem que os espaços estavam curtos no ataque, mas ainda assim deveríamos ter criado mais", destacou Renato Gaúcho depois da vitória.

Bolaños, o escolhido a substituir Douglas, ganhou elogios do técnico após a partida. De qualquer forma, Renato admitiu que o Grêmio "não vai encontrar outro Douglas".

Publicidade

Enquanto o canhoto sempre se destacou pela cadência de jogo e pelos passes precisos, o equatoriano é um jogador mais vertical, que gosta de jogar em velocidade.

A vitória sobre o Passo Fundo foi construída no final do primeiro tempo. Everton fez um cruzamento perfeito para Ramiro desviar para o fundo das redes. O resultado colocou o Grêmio provisoriamente na primeira colocação do estadual, com 6 pontos. Mas pode perder esse posto se o Novo Hamburgo, que também tem 6, vencer o São José em casa nesta segunda-feira, no fechamento da rodada.