A diretoria segue de olho no mercado da bola atrás de reforços e teve sucesso. Isso porque o clube confirmou a contratação de Natan. O novo atacante do Corinthians acertou um contrato de dois anos nesta semana. No entanto, a expectativa é de que ele seja utilizado apenas na equipe Sub-20 nesta temporada, para se adaptar ao clube e adquirir mais experiência.

Por se tratar de um garoto com potencial de crescimento, a comissão técnica do clube acredita que o recém-chegado pode ser aproveitado no time principal a partir do próximo ano. Até lá ele já terá excedido a idade do futebol de base. Contente pela nova casa no Parque São Jorge, o garoto só rasgou elogios ao clube e comentou sobre sua chegada.

Publicidade
Publicidade

"Eu fui muito bem recebido pela diretoria do #Corinthians. Estou bastante feliz com isso. Eu espero conquistar muitos títulos com essa camisa maravilhosa, para poder dar alegria aos torcedores também. Cheguei agora e se tudo der certo, espero em breve atuar pelo time profissional. O próprio professor Osmar Loss me concedeu a bênção para a contratação", disse Natan.

Frustração no Santos

É importante lembrar que o jogador ofensivo estava no Santos, rival do Timão. Contudo, sem oportunidades e insatisfeito na Vila Belmiro, ele decidiu sair depois de passar sete anos nas categorias de base e não receber uma chance sequer no time principal.

Para piorar a situação ainda mais, seu parceiro Arthur Gomes, que era reserva na base do Santos, acabou sendo promovido por Dorival Júnior. Tal fato foi a gota d'água para que Natan decidisse não renovar seu vínculo com o Peixe.

Publicidade

Além do Corinthians, Natan revelou ter recebido mais cinco propostas, mas escolheu o Corinthians por conta do tratamento especial concedido pelo clube.

"Ao longo dos anos, sempre joguei contra o Corinthians e tive o maior respeito e carinho. Tenho grandes amizades no clube também. É o time do coração da minha mãe, que acabou pesando na minha escolha", concluiu o garoto.

Natan já brilhou na Arena Corinthians ao marcar um gol na decisão do Paulistão Sub-20 com a camisa do Santos. Apesar da vitória santista na ocasião, o troféu terminou com o Corinthians, que havia vencido a primeira partida por 4 a 0.