Eurico Miranda é um tipo de presidente que consegue ser odiado por muitos, mas também amado por outros. Já brigou publicamente com algumas pessoas, uma das mais clássicas é com o ex-jogador cruzmaltino Juninho Pernambucano. Por outro lado, muitos atletas costumam enaltecer o mandatário do #Vasco, Romário elogiou inúmeras vezes, assim como Marcelinho Carioca. O último a fazer questão de falar bem foi o ex-volante #Amaral, no programa Resenha, da ESPN.

''Melhor presidente que eu peguei, sinceramente. Ele falava que comigo não ia atrasar o meu salário, que dos caras ia segurar, pois eu estava correndo. É um cara que não está nem aí para os outros clubes, quer saber do Vasco'', disse.

Publicidade
Publicidade

Componente da mesma mesa redonda, Luizão que já jogou pelo cruzmaltino, também opinou sobre o mandatário: ''Só foi ruim, porque não me pagou, mas para o Vasco ele é muito bom. Dizia que o time não vai entrar em campo e não entrava mesmo. Garantia que o jogo seria em São Januário, mesmo com a partida marcada para o Maracanã, mas acabava sendo em São Januário'', comentou.

Mundial de 2000

Um dos debates do Resenha foi o Mundial de 2000 vencido pelo Corinthians em cima do Vasco. Para o volante, mesmo com derrota, o Gigante da Colina era melhor: ''bem mais time'', disse Amaral, jogador do cruzmaltino na época. O centroavante rebateu: ''quem ganhou? O Vasco ficou três meses treinando, pois o Brasileiro acabou bem antes'', disse.

A discussão continuou entre eles, os dois escalaram os times, compararam a qualidade técnica dos dois grupos e quem estava no papo preferiu ficar em cima do muro e ninguém palpitou.

Publicidade

Títulos pelo Vasco

No Vasco entre 1999 e 2000, Amaral esteve presente em momentos históricos da instituição, como no 5x1, diante do Flamengo, na Taça Guanabara de 2000. No último Campeonato Brasileiro vencido pelo Vasco, no mesmo ano. Por último, na virada contra o Palmeiras por 4 x 3, no Palestra Itália.

Pelas taças levantadas, ele guarda boas lembranças de São Januário, por isso na mesma conversa afirmou que não jogou em time, mas sim numa ''seleção''. #Eurico Miranda