Extrovertido e demonstrando muita confiança, o atacante Andrés ''Manga'' Escobar foi apresentado, nesta quinta-feira, pelo vice-presidente do clube, Eurico Brandão. Muitos assuntos foram abordados na coletiva, desde a origem famosa do seu nome, companheiros de time, acolhimento do torcedor, mas o que mais chamou atenção mesmo foi a satisfação que demonstrava com essa oportunidade de atuar pelo Gigante da Colina. Fez questão de enaltecer o clube e afirmou ser fã de um jogador que foi revelado recentemente em São Januário.''Estou muito feliz de jogar no Brasil, ainda mais em uma equipe histórica como o #Vasco. Quero dar alegria aos torcedores e tirar o máximo proveito de tudo.

Publicidade
Publicidade

Conheço o Coutinho que passou por aqui, me lembro dele no sub-20, estou muito feliz de vestir essa camisa'', comentou.

Outro ponto que chamou atenção dele é a forma como os vascaínos o trataram desde sua chegada no Vasco. ''Nunca tinha recebido tanto apoio de uma torcida. É uma responsabilidade muito grande também. Única forma de retribuir é jogando bem''.

Ambiente

Já adaptado ao grupo e esbanjando carisma, ele disse que se sentiu confortável também pela maneira como os companheiros de time o receberam. ''Converso com todos, mas o Rodrigo é o que mais tenho falado, ele tem experiência. Todos nós temos o mesmo objetivo, então fica muito claro que queremos buscar títulos''.

Nome famoso

Um momento de descontração durante a entrevista foi quando questionaram a respeito do seu sobrenome (#Escobar), já que é o mesmo de um dos narcotraficantes mais conhecidos da história.

Publicidade

''Brincam muito pelo meu sobrenome. Quando me perguntam se tenho parentesco (com Pablo), digo que é o meu pai'', falou ele, arrancando risada de todo mundo da sala.

Disputa com conterrâneo

Outro assunto que não podia passar despercebido é a rivalidade de colombianos que acaba de se construir no Rio de Janeiro, já que #Manga chegou ao Vasco e Berrío acertou com o Flamengo. ''Perdi o contato dele, não nos falamos mais. Mas somos rivais, cada um cuida dos seus interesses. Primeiro eu'', encerrou.