Alvo de promessas de campanhas nas últimas eleições do clube, o estádio continua sendo um desejo no #Fluminense. Durante a participação do programa "Camarotes", do canal fechado Premiere, da Globosat, na semana passada, o presidente da agremiação das Laranjeiras, Pedro Abad, revelou que, mesmo não sendo prioridade no momento, o assunto segue firme dentro das Laranjeiras e existe, inclusive, a possibilidade de, até o final de 2017, haver uma definição sobre um projeto para se erguer a 'nova casa' do Tricolor Carioca.

"Nesses primeiros 45 dias (período em que está na presidência), resolvemos ter ciência de toda a situação do Fluminense e não deu para avançar nesse assunto ainda.

Publicidade
Publicidade

Respondendo bem diretamente, não avançamos nisso, mas é um objetivo avançar concretamente até o final de 2017. Não digo levantando pedra, parede, mas ter uma noção muito mais clara do local e do escopo (planejamento)", declarou o mandatário, acrescentando.

"Fizemos uma reunião no conselho deliberativo e deixamos muito claro que nossos objetivos são de avançar bastante nessa questão, determinar o que realmente iremos fazer. Estamos analisando três opções. Estamos pensando qual delas seria a mais adequada", encerrou o dirigente.

A ideia é construir uma praça capaz de receber entre 25 mil a 30 mil pessoas, contando com a parceria da iniciativa privada, assim como feito com Palmeiras e Atlético-MG. Abad, porém, não tenciona o surgimento de uma nova Arena. Para ele, o estádio do Fluminense deve ser um "verdadeiro caldeirão", onde o adversário sinta a força da torcida tricolor.

Publicidade

Enquanto isso, dentro de campo, o técnico Abel Braga, na manhã desta terça, conforme havia prometido, definiu que seis jogadores não viajam para Porto Alegre, onde, na quarta, à partir das 19h30 (de Brasília), o Fluminense encara o Internacional, no Beira-Rio, pela segunda rodada da Copa da Primeira Liga. Tentando mais uma vitória (na estreia, em Juiz de Fora, fez 3 a 2 sobre o Criciúma) e, de quebra, a classificação antecipada para a próxima fase do torneio, o time não contará com o lateral-direito Lucas, o zagueiro Renato Chaves, o volante Douglas, os meias Gustavo Scarpa e Junior Sornoza, além do centroavante Henrique Dourado. Renato, Nogueira, Luiz Fernando, Marquinho, Lucas Fernandes e Marcos Júnior são os respectivos substitutos. #PaixãoPorFutebol #Mercado da bola